Ex-Inter, Walter vai embora do Pelotas após errar pênalti decisivo e ter atrito com a torcida

Atacante teve a chance de manter o Lobão vivo na briga pelo acesso à Série A do Gauchão

Durou bem pouco a passagem do atacante Walter, ex-Inter, com a camisa do Pelotas. Após errar um pênalti decisivo nas quartas de final da segundona gaúcha contra o Monsoon, tirando as chances do Lobão de subir de divisão, o jogador entrou em atrito com torcedores do clube e acertou com a direção a sua saída. O atleta também reclamou da falta de chances e minutos em campo.

“Walter está liberado dos treinamentos e para procurar um novo clube. O clube agradece ao jogador pelo serviço prestado e deseja sucesso no restante da carreira”, diz comunicado enviado pela assessoria do Pelotas à imprensa que cobre o clube.

Veja também:
1 De 6.113

Na quarta-feira, já eliminado da Divisão de Acesso do Gauchão, o Pelotas venceu o Real em casa por 3×0 pela Copa FGF e torcedores do Lobão hostilizaram Walter, que ficou o tempo todo no banco. Na saída de campo, segundo relato do site GZH, o ex-atleta do Inter foi cobrado novamente na rua por torcedores e precisou ser escoltado por policiais até a sua casa.

“Estou muito triste, minha cabeça está mal. São pessoas que confiavam na gente. Estou há três dias sem dormir. Sei que, por ter o nome mais forte, a responsabilidade cai para mim. Se eu faço o pênalti, sou o cara. Se erro, não valho nada. Foi uma bomba que caiu na minha mão. Futebol é assim. Não sou o primeiro jogador que sai assim daqui”, reclamou Walter, campeão da Libertadores pelo Inter em 2010.

Contra o Monsoon, além do pênalti perdido por Walter, o Pelotas teve outras três oportunidades e perdeu todas elas, adiando o sonho de voltar a elite do futebol gaúcho. O atacante, que chegou em maio, realizou apenas cinco jogos pelo time pelotense sem gols marcados.

LEIA MAIS DO INTER:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas