Entregar ou não? Os Donos da Bola exibe comentário de JB Filho em 2016, e Meneghetti crava: “Tu anda de mão com a incoerência”

Apresentador do Os Donos da Bola-RS, da Bandeirantes, criticou a postura de JB Filho nesta semana

Crítico do Inter por não ter escalado Taison e Yuri Alberto na partida contra o São Paulo, alegando que o clube botou a classificação à Libertadores em risco para priorizar o Gre-Nal, o jornalista João Batista Filho, o JB, teve um comentário antigo exibido ao vivo no Os Donos da Bola-RS, da Bandeirantes. Nele, ele defendia, em 2016, que o Grêmio fizesse “algo desportivamente para prejudicar o Inter” – na ocasião, o tricolor levou 3×0 em casa do Sport, que brigava com o Inter contra o rebaixamento.

“Não é nada errado, vamos parar com esse politicamente correto de achar que o Grêmio deve ajudar o Inter a ser campeão do mundo. Se o Grêmio puder fazer algo desportivamente para prejudicar o Inter, tem que fazer e fará muito bem feito. O Grêmio perdeu para o Sport, ajudou a complicar a vida do Internacional e fez bem. Só que tem o outro lado: agora tem que se garantir na Copa do Brasil”, disse JB no vídeo resgatado em 2016.

Para o apresentador do programa, Leonardo Meneghetti, JB Filho se mostrou muito incoerente na atual postura:

“A manchete não é essa JB. A manchete é que em 2016 tu defendia entregar jogo e agora tu não acha mais. Tira Inter e Grêmio. Em 2016 tu defendeu uma entregada e agora tu acha que não. Nem o Lia Pires (advogado) conseguiria te defender. Tu anda de mãos dadas com a incoerência. Do teu lado tem uma senhora chamada incoerência”, declarou.

JB Filho havia detonado o presidente do Inter

Na edição de hoje, o jornalista admitiu ter sido ácido demais com o presidente Alessandro Barcellos na última segunda-feira, dia seguinte à derrota colorada contra o São Paulo – relembre o que JB disse do mandatário na ocasião:

“O presidente Alessandro Barcellos, ontem, se mostrou desse tamanhozinho. É óbvio que o Taison podia jogar, é óbvio que o Yuri Alberto deu migué. Ninguém é bobo, ninguém é idiota. Eu achei que o Inter era um clube que tomava atitudes profissionais e não tomou. O presidente foi amador e teve uma atitude amadora. Ele está tão pequeno que se botarem ele em um papel ele passa por baixo da porta. É a minha opinião, sou eu que estou falando”, declarou o comunicador.

Reveja esta fala a partir de 5:20:

Yuri Alberto era um dos atletas colorados pendurados e ficaria de fora do Gre-Nal de sábado, 19h, no Beira-Rio, se levasse um novo amarelo. Taison, também pendurado, não viajou por desgaste físico, segundo o clube. O técnico Diego Aguirre garantiu que também ficou surpreso ao ser informado pelo médico, cinco minutos antes do jogo, de que não poderia escalar o seu artilheiro.

Receba as notícias do Inter em primeira mão: