Direção do Grêmio se sente no Olímpico jogando no Couto Pereira: “Impressionante a semelhança”

Clube está gostando bastante de jogar na tradicional casa do Coritiba

Publicidade

O Grêmio está cada vez mais convicto de que acertou ao mandar os seus jogos para o Couto Pereira, em Curitiba-PR, enquanto a Arena não fica pronta. Além da grande presença de público, o clube está gostando muito do clima e da atmosfera, algo que faz a torcida gremista lembrar do antigo Estádio Olímpico, palco de grandes glórias em um passado.

“Eu morava no Menino Deus e ia a pé para o Olímpico. Tenho saudades do nosso Velho Casarão. É impressionante mesmo a semelhança com o Couto Pereira. E essa sinergia aconteceu desde o primeiro jogo. Curitiba foi uma cidade que nos acolheu muito bem”, afirmou o vice de futebol Antônio Brum em coletiva na sexta-feira.

Veja também:
1 De 6.005

Os próprios jogadores gremistas estão se sentindo bem na nova “casa”. Consultados, disseram que preferem jogar o Gre-Nal do dia 23, pelo Brasileirão, no próprio Couto Pereira. A proximidade com o Rio Grande do Sul em relação a outros locais também é um ponto positivo visto pelo Grêmio.

“É um estádio mais próximo de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul. Na primeira vez que vim jogar com o Grêmio contra o Coritiba (no Couto Pereira), já tinha bastante torcedor nosso. Espero que nos próximos jogos, enquanto não voltarmos para nossa casa, aqui continue sendo o nosso estádio”, comentou, recentemente, o lateral-esquerdo Reinaldo.

Em 2024, nesta retomada dos jogos após a paralisação, o retrospecto do Grêmio no Couto Pereira é de 50% de aproveitamento, já que venceu o The Strongest por 4×0 pela Libertadores e perdeu para o Bragantino por 2×0 pelo Brasileirão.

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas