Direção do Grêmio explica como está atualmente a relação com o empresário Pablo Bueno

Agente de Ferreira tem um histórico de atrito com dirigentes gremistas

Publicidade

O Grêmio vai fechando o ano de 2023 ainda com a indefinição em cima de Ferreira, que tem contrato apenas até o fim de 2024 e a renovação não está em pauta neste momento. Já há algumas semanas, o São Paulo surge como o principal interessado e ainda mantém tratativas para tentar fazer a contratação do jogador, que viveu altos e baixos no ano gremista.

Ferreira tem como empresário o agente Pablo Bueno, que, em outros momentos, teve atritos com antigos dirigentes gremistas. A relação entre clube e staff, porém, é “comercial”. Esta foi a palavra usada pelo presidente Alberto Guerra em nova entrevista:

“A relação com todos os empresários é comercial. Entendemos que eles defendem os interesses do atleta, enquanto nós com o clube. Não temos nenhum problema com agentes. E o Ferreira tem contrato com o clube, será um jogador importante para a Libertadores. Enquanto não houver uma oferta que for boa para todas as partes, ele vai cumprir o contrato. Ele está nos nossos planos”, afirmou Guerra à Rádio Gaúcha.

Grêmio espera lucrar com Ferreira

Por lei, Ferreira já poderá assinar um pré-contrato com qualquer outro time no meio de 2024, o que faria o Grêmio perder o jogador seis meses depois sem ter lucro. Desta maneira, a janela de transferências deste final de 2023 e começo de 2024 é a última que o tricolor poderá receber dinheiro em negociação do atacante.
Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)