Coudet tira onda em coletiva e ironiza substituições de Alan Patrick: “Brigamos e eu brigo muito bem”

Técnico demonstrou bom humor ao tratar da situação do meia Alan Patrick

Não é de agora que o técnico Eduardo Coudet, do Inter, vem sendo cobrado por retirar o meia Alan Patrick no segundo tempo das partidas. Na quarta-feira, no empate em 1×1 em casa com o América-MG, a situação se repetiu e Chacho justificou que o jogador estava “esgotado”, mas o próprio camisa 10 surgiu na zona mista do Beira-Rio dizendo que se sentia “normal” para continuar.

Neste domingo, depois da vitória de 2×1 em Minas Gerais diante do Cruzeiro, Coudet demonstrou bom humor e até ironizou a situação. Em claro tom de deboche, disse ter “brigado” com Alan Patrick e que teria “vencido” a briga:

Veja também:
1 De 6.099

“Tirei outra vez Alan Patrick. Na última vez, brigamos. Brigo muito bem e ele não pode comigo. Brigamos outra vez. Sempre perguntam por que tiro os jogadores, mas eu o coloquei também. Tenho cinco substituições e fizemos um grande esforço. Tiramos os jogadores mais de jogo com a bola e entrou gente de característica mais combativa, de fechar o jogo. E acho que deu certo”, disse Coudet, em fala registrada pelo Globoesporte.com.

A partir da vitória em Belo Horizonte, o Inter soma 42 pontos e está em 11º lugar no Brasileirão. O próximo jogo acontece na quarta-feira, a partir das 19h, diante do Fluminense, no Beira-Rio.

Mais falas de Coudet neste domingo:

Dificuldades na reta final do Brasileirão

Nos preparamos para o jogo seguinte e terminar o Brasileirão. É difícil para todos os times. É muito parelho. Os jogadores chegam cansados na última parte do torneio. Sinto que uma coisa acompanha a outra: a falta de intensidade com o calor

Próximo jogo

Vamos pensar no próximo jogo, que é o Fluminense. Só a 48 horas sei quem vai poder jogar. É a sequência que temos. Tentamos recuperar e que todos estejam 100%. Às vezes temos riscos com alguns, preservamos outros

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas