Consenso entre os candidatos, Coudet pode renovar antecipadamente com o Inter para 2024

Técnico Eduardo Coudet é admirado pelas duas chapas presidenciais

A corrida eleitoral do Inter está apenas começando, mas uma situação une as chapas dos presidenciáveis Alessandro Barcellos e Roberto Melo: o desejo da manutenção do técnico argentino Eduardo Coudet para a temporada de 2024. Tal fator faz o clube ventilar a possibilidade de uma tentativa antecipada de renovação, algo que deverá ser melhor debatido nas próximas semanas.

Melo, que é o candidato de oposição, lançou oficialmente a sua candidatura em evento na noite desta segunda-feira em Porto Alegre e disse que topa, desde já, assinar um documento pela renovação de Coudet.

Veja também:
1 De 6.099

“Eu já conversei com os meus pares, pois é uma decisão importante para o clube. Mas no momento ainda não cabe a mim, não tenho legitimidade para isso. Mas se o presidente me mandasse um documento para assinar hoje a permanência do Coudet eu assinava na hora. Eu conheço o trabalho dele, fui eu que contratei, eu pesquisei, trouxe ele para o Inter e sei do que ele capaz”, afirmou Melo, que foi vice de futebol entre 2017 e 2019 na gestão de Marcelo Medeiros.

Até o momento, Barcellos não se manifestou publicamente sobre esse possível “acordo antecipado” com a chapa de oposição pela renovação de Coudet. Porém, o atual presidente já deixou claro querer manter o argentino por mais tempo no Beira-Rio.

O calendário eleitoral do Inter, de acordo com o site GZH:

  • 30/10: apresentação dos programas de gestão ao Conselho Deliberativo;
  • 7/11: eleição do Conselho de Gestão em primeiro turno, com voto dos conselheiros;
  • 9/11: prazo final para inscrição das chapas para o Conselho Deliberativo (renovação de 150 cadeiras);
  • 9/12: eleição do Conselho de Gestão em segundo turno, com voto do sócio, e da renovação de 50% do Conselho Deliberativo.

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas