Coudet explica confusão, pede desculpas e volta a criticar o gramado: “Ruim para o espetáculo”

Técnico Eduardo Coudet concedeu coletiva depois da vitória do Inter

Publicidade

Pivô de uma confusão com o treinador adversário China Balbino, que rendeu a expulsão de ambos, o técnico Eduardo Coudet pediu desculpas em coletiva depois da vitória do Inter por 1×0 sobre o São José, no Passo D’Areia, neste domingo, ainda pela fase classificatória do Gauchão. Tudo começou quando o time do Zequinha, na visão do Inter, não exerceu fair play em um lance de devolução de bola.

“Primeiro gostaria de pedir desculpa por reclamar tão fortemente. Me excedi, mas na verdade, no momento, senti que foi uma jogada muito feia para o futebol. A não devolução da bola não esperávamos. Também não posso falar que é culpa do treinador rival. Peço desculpas a ele também. Não sou desrespeitoso. É o 1º vermelho que tomo no Brasil”, alegou Coudet – reveja aqui toda a confusão.

Assim como já havia feito depois da vitória sobre o Santa Cruz fora de casa no meio de semana, Coudet voltou a criticar o gramado sintético do Passo D’Areia. Segundo ele, trata-se de um tipo de piso que atrapalha o “espetáculo”:

“É muito difícil jogar aqui. Para o espetáculo, é muito ruim jogar num gramado desses. Sinto que em outras condições, poderíamos ter jogado melhor”.

Inter de Coudet lidera o estadual

Apesar de ter os mesmos 16 pontos do rival Grêmio, o Inter tem melhor saldo de gols e pulou hoje para a liderança do campeonato. O seu próximo jogo é em casa, quarta, 21h30, diante do Brasil de Pelotas.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)