Coudet ajuda Inter a quebrar tabu e diz que campo do Corinthians é o “mais difícil” do Brasil

Equipe gaúcha jamais havia vencido o Corinthians jogando na Neo Química Arena

Publicidade

Com gols marcados por Mauricio e Wanderson, um em cada tempo, o Inter venceu por 2×1 o Corinthians no “campo mais difícil do Brasil”, segundo palavras do técnico Eduardo Coudet. Em coletiva de imprensa ainda depois do jogo de sábado, o treinador vibrou com a quebra do tabu, uma vez que o colorado jamais havia vencido na Neo Química Arena.

“Foi importante ganhar em um campo muito difícil, o mais difícil do Brasil. O grupo tem na cabeça fechar a ano da melhor maneira. Ninguém relaxa. Temos uma responsabilidade de representar uma camisa pesada. Trabalhamos para ganhar e assim vai ser até o último jogo que temos”, destacou Coudet, em entrevista recuperada pelo portal GZH.

Uma das novidades preparadas por Coudet para esta partida foi o recuo de Aránguiz para a primeira função de meio, já que Johnny ficou de fora do confronto por dores no tornozelo. Na visão de muitos especialistas, o chileno teve atuação de alto nível contra o Corinthians:

“Aránguiz pode jogar em qualquer (posição). É um jogador diferenciado. Seria injusto falar só dele. Temos de falar do crescimento de muitos jogadores. Como Igor Gomes, Mauricio. Em linhas gerais, todos melhoraram”, ampliou o técnico do Inter.

Coudet espera “fechar bem” o ano

Já garantido na próxima Copa Sul-Americana, o Inter vai tentar a quarta vitória consecutiva enfrentando o Botafogo, quarta-feira, em casa, às 21h30, na última rodada do Brasileirão.

“É importante fechar bem. É importante deixar uma boa imagem. Vamos tentar fechar bem em casa. Esperamos ter um bom público. A intenção é representar da melhor maneira, jogando um bom futebol, como aconteceu hoje (diante do Corinthians). Tivemos personalidade. Fomos um time propositivo, como deve ser todo clube grande, como é o Inter”, concluiu Coudet.

Leia mais do Inter:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)