Brum manda indireta para comentarista, descarta Gabigol e confirma que Renato ajuda nas negociações

Vice de futebol do Grêmio concedeu coletiva depois da goleada em cima do São José

Publicidade

Logo após a coletiva do técnico Renato Portaluppi nesta quarta-feira, na Arena, concedida depois da vitória de 4×1 do Grêmio sobre o São José pelo Gauchão, o vice-presidente de futebol tricolor Antônio Brum também deu a sua entrevista e atualizou temas importantes vinculados ao mercado e às buscas por reforços. Ele ressaltou a importância de não “contratar por contratar” e acima de tudo minimizar os possíveis erros.

Neste sentido, surgiu uma indireta para o atual comentarista da Rádio Gaúcha, Cesar Cidade Dias, que era assessor de futebol da direção do clube em 2011 – ano citado por Brum como um “exemplo” de como não agir em uma janela de transferências.

“A gente estava conversando de que não podemos cometer erros por pressa e repetir erros do passado. Casualmente, comentamos a temporada de 2011, em que o Renato também era o técnico. O time tinha perdido o Jonas, que vinha de 42 gols no ano e 23 no Brasileirão, seis a mais que o Neymar. Sabe quem o Grêmio trouxe de reposição para o Jonas? O Lins e o Vinícius Pacheco. Jogou a Libertadores inteira com esses dois jogadores. Agora já trouxemos o Soteldo, que é um incremento para o ataque. Mas a gente quer mais”, declarou Brum.

Brum descarta Gabigol

Após Renato se esquivar de falar deste específico nome em sua coletiva, Brum descartou de forma veemente a possível contratação do atacante Gabigol, do Flamengo. O dirigente garante que o jogador rubro-negro em nenhum momento foi pensado ou tentado – e, mais do que isso, que Renato não entrou em contato com ele nos últimos dias, ao contrário do que surgiu na imprensa gaúcha.

“O Grêmio está trabalhando para anunciar o quanto antes as contratações. Sobre o Gabigol, não tem absolutamente nada e ele nunca foi cogitado no Grêmio”, disse o dirigente.

Renato ajuda a direção

Em outro trecho de sua coletiva, Brum confirmou que Renato vem ajudando a direção em contatos e buscas no mercado de transferências. Para o dirigente, é “surreal” criticar o Grêmio por estar contando com o auxílio do treinador:

“Acho surreal a gente ser criticado por usar o Renato. A gente devia ser criticado se não usasse o Renato. Como em vários clubes, o treinador participa do processo de contratação. Não é ele que pega o telefone e liga. A gente liga junto. Foi isso que ele falou. Renato tem sido um grande parceiro, ele ajuda no que ele pode, mas ele faz parte do processo de contratações que temos nesta gestão”, finalizou. Agora com 3 pontos na tabela do Gauchão, o Grêmio joga novamente neste domingo, às 16h, fora, contra o Brasil de Pelotas.

Leia mais:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul