Bolívar diz ter “pena” de Fossati e detona trabalho no Inter em 2010: “Um dos piores”

Ex-zagueiro respondeu as recentes críticas do treinador uruguaio

Publicidade

Em participação no programa Bola Nas Costas, da Rádio Atlântida, nesta terça-feira, o ex-zagueiro Bolívar respondeu as fortes críticas do atual treinador da Seleção do Peru e ex-Inter, Jorge Fossati. Comandante do time colorado na temporada de 2010, o uruguaio chegou a dizer recentemente que Bolívar era uma liderança “negativa” e que tinha, na época, relacionamento “privado” com a direção, algo que supostamente incomodava os demais jogadores.

Para Bolívar, Fossati é um dos piores treinadores com quem trabalhou na carreira e tem “ciúmes” por não ter concluído aquela Libertadores:

Veja também:
1 De 5.985

“Essa briga já tem 14 anos e segue sendo lembrada. Na verdade nem teve briga. Teve um ciúmes por ele não ter terminado a competição e aí o Bolívar é o culpado. Tenho pena de pessoas assim. Eu sou um cara que estou entre os 10 mais vitoriosos da história do Inter. Então imagina que liderança negativa é essa. Ele foi um cara que trabalhou muito pouco no clube e foi um dos piores que já trabalhei. Falo como atleta profissional. Ele deu uma declaração errada. Encontro colorados na rua que dizem que queriam mais lideranças negativas como eu para ganhar duas Libertadores”, disse Bolívar.

O que disse Fossati sobre Bolívar?

Em entrevista recente aos jornalistas Filipe Gamba e Lucho Silveira, Fossati disse as seguintes palavras sobre Bolívar e o relacionamento no Inter de 2010:

“Não sei se já dirigi mais de 1.000 jogadores na minha carreira. Acho que não encontram outro que teve relacionamento ruim comigo. Quem será? Os outros 999 ou o Bolívar? Vou dar um exemplo. Se o Índio me dizia uma coisa, era aquilo com certeza. Se o Bolívar me dava bom dia, eu já olhava para fora. Ele tinha muito relacionamento direto com a direção. Especialmente com o Carvalho. Até os próprios jogadores não gostavam dessa situação entre eles. Eu não preciso me defender. Os próprios jogadores não gostavam disso, dessa relação “privada” com o diretor de futebol. Havia desconfiança. Era o líder negativo. Mas, depois de tantos anos, tenho tanta coisa para falar de momentos lindos pelo Inter. Não vale a pena falar disso”, declarou Fossati.

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas