Alemão explica decisão de sair do Inter e acredita que teria mais oportunidades com Coudet

Centroavante deixou o colorado semanas antes da saída de Mano e chegada de Coudet

Publicidade

Hoje jogador do Real Oviedo, da segunda divisão da Espanha, o centroavante Alexandre Alemão voltou a falar do Inter neste final de semana em entrevista concedida à Rádio Gaúcha. Ele confirmou que sempre que possível acompanha o colorado e disse ter recebido informações de que o técnico Eduardo Coudet gosta do seu futebol. O atleta, no entanto, deixou o colorado ainda no final da gestão de Mano Menezes na casamata.

Acompanhando o Inter

Sim, sempre acompanhei desde minha saída. A partir do segundo jogo das oitavas (da Libertadores), estávamos aqui em pré-temporada, com cinco horas a mais, eu passei a acompanhar todos os jogos. Não tem como esquecer tudo que vivi em um ano e meio intenso, de grandes momentos e um início de temporada ruim. Fiz muitos amigos no Inter e sigo conversando com eles

Informações de Coudet

Até me disseram que ele gostava muito do meu estilo de jogo, que gostaria que eu ficasse. Infelizmente, não pude ficar, logo foi acertada minha vinda para o Real Oviedo. O estilo de jogo do Coudet é muito ofensivo e intenso. Teve uma evolução muito grande. Acho que casou com as características dos jogadores que chegaram, como Enner, Bruno Henrique, Aránguiz e também o Alan Patrick. Teve resultados a curto prazo que levaram quase a uma final de Libertadores

Decisão de sair do Inter

Naquele momento eu já estava como segunda opção de ataque, o Luiz Adriano era o titular. E sabendo da chegada do Enner Valencia, vi que ficaria como terceiro. Poderia, sim, começar a jogar mais, ter mais minutos de jogo com o Coudet, mas era um momento para decisão e as negociações estavam rolando. Então, tive de vir ao Real Oviedo, não quis desperdiçar a chance de vir para a Europa que talvez no futuro, eu não teria. Foi uma decisão difícil, mas tive de aproveitar essa chance

Voltar ao clube no futuro?

A princípio, vou continuar um tempo aqui na Europa. Querer voltar, eu quero. Quero voltar ao Brasil lá na frente. Se tiver uma oportunidade no Inter, com certeza vou querer. Mas vamos ver como vai ser minha experiência aqui fora. Mas, com certeza, tenho saudade do futebol brasileiro e do Inter. Quem sabe lá na frente tenho chance de voltar ao Inter. Ficarei feliz

Leia mais do Inter:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)