fbpx

“Achavam que iriam ganhar”, diz ex-volante do Grêmio sobre Atlético-MG na final da Copa do Brasil de 2016

Maicon, em nova entrevista, voltou a falar a respeito da conquista gremista há 6 anos

Depois de longos 15 anos sem grandes títulos, o Grêmio viu na Copa do Brasil uma possibilidade ímpar de dar fim ao jejum e retomar o seu caminho de glórias. Pela frente, teria o badalado Atlético-MG de nomes como Robinho, Cazares e Lucas Pratto, que, segundo novas declarações do ex-volante gremista Maicon, “achava que iria ganhar” aquela decisão.

Maicon, em entrevista ao podcast Fora do Jogo, descartou que os atleticanos tenham entrado com “soberba” ou achando que seria fácil. Mas avaliou que, até pelo talento que tinham, sentiam que eram favoritos no embate frente ao Grêmio.

“O time do Atlético-MG era muito bom. Muito mais favorito que a gente. Mas tínhamos muita fome de ganhar. Depois de 15 anos em grandes títulos, sabíamos que a gente entraria na história do clube pelo resto da vida. Talvez os jogadores do Atlético, por terem muito talento, na cabeça pudessem achar que iriam ganhar. Mas estávamos muito concentrados. Nosso primeiro jogo foi de excelência. Perdemos de fazer 4 ou 5”, disse, antes de acrescentar:

“A gente foi pro jogo da volta e em um trajeto de 50 metros de ônibus nós demoramos 1 hora. De tanta torcida. Com a torcida ali. Falei pra eles dentro que não teria como perdermos. A Arena lotada. Falei pra guerrear, sem jogo bonito. E fomos levando até os 40 do segundo. Fizemos um gol ainda e não tomaríamos mais três gols nunca. Ganhamos, quebramos o tabu e tiramos esse peso”.

Para chegar à cobiçada conquista, o Grêmio passou naquele por Athletico – nos pênaltis -, Palmeiras e Cruzeiro, além, é claro, do Galo na final. Depois desta taça, o tricolor venceria Libertadores, Recopa Sul-Americana e Gauchão nas temporadas seguintes.

CLIQUE NAS MANCHETES ABAIXO PARA LER MAIS NOTÍCIAS SOBRE O GRÊMIO:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas