Situação do zagueiro Vitão ainda é incerta para 2024, mas direção do Inter diz estar “confiante”

Defensor é titular absoluto e tem contrato apenas até o meio da próxima temporada

Publicidade

Mergulhado na montagem do elenco para 2024, o Inter, além das preocupações de trazer reforços para melhorar o time, também coloca atenção na situação dos jogadores que já estão no plantel, como Vitão, que tem contrato apenas até o meio de 2024. Para permanecer, ele precisará novamente renovar o vínculo e a direção mostra otimismo na continuidade.

“Estamos caminhando para ter esta estabilidade e o Vitão ser um jogador do clube. Óbvio que isso tem prazos para acontecer e vamos trabalhar em cima disso. Certeza absoluta é que o contrato é até junho. Nós estamos confiantes. Já estamos trabalhando para que se possa ter tempo legal para isso, ampliar esse vínculo e tê-lo em definitivo”, declarou o presidente Alessandro Barcellos à Rádio Gaúcha.

Vitão estava no Shakhtar Donetsk antes de chegar ao Inter em 2022, quando uma normativa da Fifa suspendeu os contratos de atletas que estavam na Ucrânia em função da guerra com a Rússia. Como a decisão da entidade foi prorrogada, o colorado conseguiu ampliar o contrato até o meio de 2024. Só que, nesta data, o zagueiro também encerra o seu contrato com o time ucraniano.

Titular absoluto tanto com Mano Menezes quanto com Eduardo Coudet, Vitão soma 89 jogos e dois gols com a camisa do Inter. Ele é o habitual parceiro de Gabriel Mercado no miolo de zaga do time.

Inter busca outro zagueiro

Em paralelo à situação de Vitão, o Inter também busca outro zagueiro e tem negociações avançadas com Robert Renan, ex-Corinthians e atual Zenit, da Rússia. Para ter este jogador, Coudet entrou em ação para ajudar a diretoria – saiba mais detalhes aqui.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)