Renato se irrita com protestos na chegada do Grêmio em Caxias: “Vagabundos e marginais”

Objetos chegaram a ser atirados contra o ônibus do clube

O técnico Renato Portaluppi demonstrou não ter gostado nada dos protestos feitos por torcedores do Grêmio na tarde deste sábado, em Caxias do Sul, na chegada do ônibus da delegação ao hotel da concentração. Cânticos foram entoados contra o time, além de faixa cobrando melhores resultados. Para piorar, objetos foram atirados contra o veículo e a polícia precisou agir – veja tudo aqui.

Na entrevista dada antes de Grêmio x Fluminense, já no Estádio Centenário, em Caxias, neste domingo, Renato falou sobre o reencontro com a torcida, o carinho do público e detonou as pessoas que foram protestar desta maneira na véspera:

Veja também:
1 De 6.111

“Pela primeira vez estamos jogando no nosso estado, bem próximo da nossa torcida e isso faz a diferença. Tenho certeza que o carinho vai ser grande com o grupo e temos que buscar a vitória. A gente tem que se preocupar em jogar futebol e deixar os marginais e vagabundos, que não tem o que fazer, fiquem perturbando a paz dos outros”, disparou.

Renato escalou o Grêmio assim

Com sete jogos seguidos sem vencer no Brasileirão, o Grêmio vai tentar iniciar a reação diante do lanterna Fluminense com esta escalação: Marchesín; João Pedro, Geromel, Rodrigo Ely, Reinaldo; Dodi, Pepê, Franco Cristaldo, Edenilson; Pavón e Gustavo Nunes.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Acesse o canal do nosso WhatsApp e ative o sininho para receber notícias:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas