Renato “entende” derrota, mira decisão da terça e diz que ninguém sabe local do Gre-Nal

Saiba as principais falas de Renato Portaluppi depois de Grêmio 0x2 Bragantino

Publicidade

Preocupado com o desgaste físico dos jogadores e priorizando a Libertadores neste momento, o técnico Renato Portaluppi preservou os titulares do Grêmio neste sábado e amargou uma derrota de 2×0 para o Bragantino, pelo Brasileirão, no Couto Pereira. Em coletiva pós-jogo, o treinador gremista explicou o resultado, mirou a decisão de terça-feira, 21h, fora, contra o Huachipato, pela Libertadores e ainda falou da indefinição do local do Gre-Nal do dia 23 de junho, com mando tricolor, às 16h:

As dificuldades do Grêmio contra o Bragantino

Veja também:
1 De 5.992

Já sabíamos das dificuldades do jogo de hoje. Uma pelo adversário. Outra pela falta de entrosamento e ritmo de jogo. Vamos enfrentar isso durante um bom tempo. Não tem como escapar disso. Isso pesa e infelizmente levamos um gol com 3 minutos de partida. Depois, deixamos espaços para o adversário. No segundo tempo, quando tentávamos mexer no time para melhorar a situação, sofremos o pênalti. Vamos pegar sempre os rivais jogados e com ritmo. Estamos pagando o preço. Não é desculpa, é um fato

Huachipato x Grêmio na terça-feira

É um jogo decisivo. Precisamos sair vivos e dois resultados interessam. Se vier a vitória, melhor ainda. Como todo jogo da Libertadores, este será difícil. Nosso rival precisa vencer também. São 90 minutos. A partir de amanhã pensaremos melhor no adversário. Vamos concentrar todas as nossas forças para irmos ao Chile buscar o resultado

Gre-Nal do dia 23

Temos uma decisão na terça. E depois outra decisão contra o Estudiantes. Aí vem Flamengo, Botafogo e Fortaleza. Todos querem saber de Gre-Nal, mas eu tenho coisas mais importantes agora. Nem o nosso presidente sabe onde vamos jogar. E não é culpa dele. No momento, penso na terça-feira. Vamos ver o que é melhor. Não é fácil. Já que temos muitos problemas, vamos degrau a degrau. Preciso pensar no time de terça e o presidente pensa no local do Gre-Nal. Está indefinido ainda. Não adianta gastar saliva e quebrar a cabeça

Reservas de Renato no Brasileirão

No momento, sim. Vamos preparar a equipe mais forte para os jogos principais. No Brasileirão, temos que tomar o máximo de cuidado. Mas temos mais de 30 rodadas pela frente. Na Libertadores, se perdermos terça estamos fora. Era óbvio poupar hoje. De três em três dias fica difícil. Tem a parte psicológica do grupo também. Vamos ficar mais uns 40, 50 dias longe de casa. É difícil tudo isso. E é impossível colocar em campo sempre a mesma equipe

MAIS NOTÍCIAS:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas