O que disse Cidade Dias ao vivo após ser chamado de “recalcado” e “corneteiro” por Renato

Técnico Renato Portaluppi soltou o verbo em cima do comentarista da Rádio Gaúcha

Publicidade

A coletiva de Renato Portaluppi depois de Grêmio 1×0 Bahia, pelo Brasileirão, na Arena, ficou marcada pelas fortes críticas ao comentarista da Rádio Gaúcha, Cesar Cidade Dias. Como estava ao vivo na jornada da emissora, o comunicador repercutiu a fala do treinador e demonstrou incômodo principalmente quando Portaluppi revela a sua tentativa de voltar à direção do clube, algo que Cidade Dias nega veementemente:

“O Renato não vai deixar de ter a sua grandeza, mas quando a gente assume a função de comentarista na Rádio Gaúcha, e antes na Band, a gente precisa ter respeito ao microfone e ao que a gente vê. Nas críticas que fiz ao Renato, elas foram baseadas em fatos. E vou continuar fazendo se eu achar que merece isso. Hoje, por exemplo, o Renato merece elogios. Quando tu abre o microfone, tu tem que ter sabedoria de entender que tu também pode ser criticado”, disse Cesar, antes de ampliar:

Veja também:
1 De 6.019

“Na manifestação do Renato, tem coisas ali que eu até não concordo. Aquela coisa do Pelotas não é verdade, que eu pedi pro Guerra para voltar ao Grêmio também não é verdade. Jamais faria isso. Inclusive deixei de ser conselheiro para ser comentarista. Mas o que eu espero é que o Renato vença. A crítica no futebol surge quando as coisas não acontecem. O Renato é vitorioso, ídolo do Grêmio e torço muito para que ele vença mais uma vez”.

O que disse Renato?

Bastante incomodado, Renato chegou a levantar o tom de voz para falar as seguintes palavras sobre o comentarista da Rádio Gaúcha:

“O tal de Cesar Cidade Dias. É um recalcado. Esse é metido a sabe tudo. Quando esteve no clube, não fez nada. Aliás, fez a torcida pagar mico. Não assinou contrato com o Ronaldinho Gaúcho, botou caixa de som e fez a torcida pagar mico. Não satisfeito, foi para o Pelotas e rebaixou o clube. Hoje ele tem as respostas para tudo. Sabe tudo. Mas quando teve a oportunidade, fez o clube pagar mico”, disse Renato.

“Ele tentou voltar com o Romildo Bolzan, não voltou. Tentou se reaproximar esse ano de novo para tentar uma brecha na diretoria, mas o nosso presidente nem respondeu. O que eu posso falar para ele é que não adianta ele criticar a nossa direção e o grupo de jogadores para daqui a dois anos ele tentar uma brechinha aqui no Grêmio. Enquanto eu estiver aqui, ele não vai entrar. É um corneteiro e recalcado, isso eu tinha que falar. Não sabe tudo? Mas quando teve a oportunidade, mostrou que não sabe nada”, acrescentou.

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas