Por que Renato citou Luan e Jean Pyerre na coletiva de imprensa após a vitória sobre o Caxias

Tricolor saiu na frente na ida da semifinal do Gauchão de 2024

Publicidade

Após experimentar o banco de reservas na derrota no último Gre-Nal, o meia Franco Cristaldo parece estar reconquistando a confiança do técnico do Grêmio, Renato Portaluppi. Agora em alta, o argentino vem em boa fase sendo o artilheiro do time no ano com quatro gols marcados em 11 jogos – o último deles foi neste sábado, no Estádio Centenário, abrindo a vitória de 2×1 sobre o Caxias pela ida da semifinal do Gauchão.

Depois do duelo, Renato concedeu a sua habitual coletiva elogiando o momento do meia e lembrando do pedido constante para pisar na área adversária. Sobre este assunto, ainda lembrou que fazia a mesma orientação para Jean Pyerre e Luan no Grêmio em outros anos:

“O meia de um clube, não é só o Franco (Cristaldo), é o cérebro de um time. Ele tem de fazer o time jogar, deixar os companheiros na cara do gol e pisar na área. São essas três coisas que eu exijo, peço e converso com o Franco. Toda vez que ele faz isso, ele joga bem e faz gols. Cabeceou, o goleiro do Caxias fez uma grande defesa, ele continuou a joga e fez um gol. Por quê? Porque ele pisou na área”, disse Renato, antes de acrescentar:

“Era a mesma cobrança que eu fazia para o Jean Pyerre e para Luan. Era uma bronca no bom sentido. Ele tem que fazer o time se aproximar pra ficar mais perto do atacante. Ele tem feito o que eu venho pedido e vem fazendo gols”, ampliou.

Comprado pelo Grêmio junto ao Huracán, da Argentina, no começo de 2024, Cristaldo já tem 65 jogos com 15 gols e 13 assistências pelo tricolor. O duelo de volta contra o Caxias na Arena é apenas na outra terça-feira, dia 26, a partir das 21h.

Outras falas de Renato em sua coletiva:

VITÓRIA DO GRÊMIO E ELOGIOS DE RENATO AO CAXIAS

O mais importante foi a vitória. A equipe se comportou bem e é difícil jogar aqui. O Caxias melhorou no campeonato e o Argel vem fazendo um bom trabalho. Jogaram muito bem contra o Bahia no meio de semana. Mas o que combinamos na semana foi realizado. Campo estava pesado, tinha chuva. Gauchão é assim. Parabenizou o meu grupo, porque é uma semifinal e conseguimos uma pequena vantagem nessa primeira parte dos 180 minutos. Poderia ter sido maior, mas toda vantagem vem bem. E agora teremos uma semana para nos preparar

SITUAÇÃO DE DIEGO COSTA

Todo mundo sabe da situação do Diego, que vinha de um bom período parado. Ele fez uma mini-pré-temporada quando chegou, mas não é a mesma coisa do que estar com o grupo. Eu conversou com ele durante os jogos da mesma forma que eu fazia com o Suárez. Não quero que ele se machuque. Mas hoje ele se comportou muito bem. Estávamos ganhando de 2×0 e a perna começou a pesar. Por isso, achei melhor tirá-lo para a próxima partida

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas