fbpx

Pedro Henrique e Wanderson juntos? Mano responde se pensa em montar o ataque do Inter desta maneira

Treinador colorado ainda não conta com o camisa 11, que se recupera de lesão muscular

Com uma atuação de luxo na vitória de 3×0 sobre o Coritiba, no Beira-Rio, pelo Brasileirão, o atacante Pedro Henrique ganhou ainda mais pontos com o técnico Mano Menezes. Mas, para o técnico do Inter, ainda é muito cedo pensar em uma escalação conjunta entre ele e Wanderson, que vinha se destacando na equipe até sofrer lesão muscular na coxa.

Perguntado em coletiva se é possível ter ambos como titular, Mano até não descartou, mas lembrou do risco que poderá passar a ter em perder o meio de campo:

“Dá para jogar futebol de diversas maneiras desde que funcione. Na verdade, se colocarmos dois extremas de velocidade e mais um centroavante vamos ficar, quase sempre, com três jogadores à frente da construção das jogadas. E provavelmente vamos perder o meio de campo. Esse negócio é complexo. Não adianta nada equilibrar lá na frente se a bola não chegar. Um dos méritos da nossa equipe é que a bola tem chegado na frente com frequência. E isso tem a ver também com a escolha da maneira de jogar”, disse Mano na última sexta, antes de ampliar:

“Muitas vezes temos feito um 4-2-2. Então, ganhamos um jogador no meio. E assim ganhamos o meio porque jogamos com quatro. São escolhas que o técnico tem que fazer e o importante é a equipe render bem, coisa que acho que está fazendo”.

Ainda sem Wanderson, Mano também tem a dúvida sobre Pedro Henrique para terça-feira, 21h30, contra o Colo-Colo. O jogador apresentou inchaço no tornozelo e será reavaliado antes da viagem ao Chile, palco da partida de ida das oitavas da Sul-Americana.

Clique nas manchetes abaixo para ler mais notícias sobre o Inter:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas