Parceiro do Grêmio, Celso Rigo elogia Funes Mori, critica Cavani e comenta situação de Borré

Investidor e empresário gremista citou nomes especulados no mercado da bola

Publicidade

Tradicional parceiro de investimentos e contratações do Grêmio, o empresário Celso Rigo concedeu nova entrevista à Rádio Gaúcha e falou sobre nomes especulados no clube nos últimos tempos como possíveis reforços para 2024. Ele, por exemplo, se mostrou favorável à contratação de Funes Mori, do Monterrey, mas criticou uma eventual tentativa em Cavani, do Boca Juniors.

“Tem a especulação do Funes Mori. Estão tratando. Ainda tem uma possibilidade. É um jogador importante, com uma idade boa. É um jogador que serviria muito. Essa semana vai ser decisiva. Ainda tem possibilidade”, destacou Rigo, antes de “vetar” Cavani:

“Existem especulações. Não tem nada perto de se materializar. Não sei se o clube tem interesse no Cavani. Eu, se fosse dirigente, não traria um jogador que fará 37 anos em fevereiro e que não vem entregando nos últimos clubes que passou. Eu não seria simpático a essa contratação”.

Rigo fala de Borré

Outro atacante tratado por Rigo nesta entrevista já esteve há alguns anos na pauta do Grêmio, mas hoje tem negociações em andamento com o tradicional rival, Inter, que é o colombiano Rafael Borré. Atualmente, o atleta defende o Werder Bremen, da Alemanha, por empréstimo do Frankfurt.

“Isso é relativo. Eu gosto do Borré, para dar um exemplo. Mas se formos olhar, ele está bem por lá. O salário é alto para trazer um jogador de 28 anos. Fica difícil, mas é um exemplo”, argumentou o empresário.

Leia mais do Grêmio:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)