O recado dado por Suárez para as pessoas que desconfiam de suas dores no joelho direito

Jogador, ao longo do ano, demonstrou ter sentido dores agudas no joelho direito

Publicidade

A longa entrevista dada por Suárez ao jornalista Duda Garbi, da qual você confere os principais trechos aqui, serviu também para o uruguaio explicar o caso do seu joelho direito. Com um histórico de lesões no local durante a carreira, o centroavante chegou a ficar de fora de algumas partidas do Grêmio em 2023 pelas dores – uma delas foi contra o Bahia, fora de casa, quando sentiu no aquecimento.

Suárez cogitou, no meio da temporada, ir à Barcelona se consultar com um médico da sua confiança e teve inclusive o apoio da direção do Grêmio para a viagem. Mas preferiu ficar em Porto Alegre no tratamento conservador do dia a dia dos profissionais gremistas.

Veja também:
1 De 5.982

“Eu escuto gente que não conhece a história do meu joelho falando muitas coisas. Podem chamar os três doutores do clube, eles sabem como sofro todo dia. Aí eu coloco na balança: ‘Tem necessidade de estar sofrendo essa dor depois de um ano muito bem no Grêmio?’. Eu gosto do meu trabalho e quero que a torcida goste que sou comprometido. A imagem que a torcida tem que ficar é que fiz tudo o possível para o Grêmio voltar à Libertadores, que fui um profissional e tentei dar meu melhor”, declarou o artilheiro.

Suárez
Suárez se despediu da Arena contra o Vasco da Gama – Foto: Lucas Uebel/Divulgação

Remédios e dificuldades para brincar com os filhos

Suárez confessou que a sua rotina no Grêmio em 2023, para conseguir suportar a carga de jogos, teve a “participação” de remédios para dor e injeções. Até mesmo jogar bola com o filho pequeno em casa tem sido difícil pela situação do joelho.

Mesmo assim, Suárez vai terminando a temporada com índice alto de jogos realizados pelo tricolor. Considerado um “fominha”, no bom sentido, pelo técnico Renato Portaluppi, o “Pistolero” já fez 53 jogos pelo Grêmio, com 27 gols e 17 assistências.

Próximo clube de Suárez

Apesar de existir a tendência de ir para o Inter Miami, dos Estados Unidos, onde se reencontraria com o grande amigo Lionel Messi, Suárez, na mesma entrevista, prefere desconversar sobre o seu 2024:

“Eu não sei onde vou jogar. Fazem 11 meses que eu comecei a treinar. Então, imagine a vontade que tenho de tirar férias e desaparecer do mundo (risos). Eu preciso aproveitar um tempo com minha família”, declarou o jogador.

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas