O comentário de Renato sobre o inédito rebaixamento do Santos no Brasileirão de 2023

Técnico Renato Portaluppi falou sobre outros times durante a sua última coletiva

Publicidade

O técnico Renato Portaluppi, após se sagrar vice-campeão com o Grêmio na última quarta-feira, fez uma análise do Brasileirão de 2023 e criticou as pessoas que foram definitivas, ainda no primeiro turno, sobre quem seria campeão e quem seria rebaixado. O treinador, depois da vitória sobre o Fluminense no Rio de Janeiro, tratou tanto do caso do Botafogo quanto do Santos.

“O Brasileirão, nunca vai mudar, é um campeonato longo e difícil. Logo nas primeiras rodadas, as pessoas dizem que tal time tem tudo para ser campeão. É bobagem, tudo mentira. Um clube disparou e diziam que disputaria o título. Aí briga para não cair. Todos tropeçam, não só o Botafogo oscilou. O próprio Grêmio. É uma coisa normal. Todos falavam que o Botafogo venceria pela vantagem que tinha. E deu no que deu”, comentou Renato.

Portaluppi afirmou que falou aos seus jogadores, bem no começo, da importância de somar logo 45 pontos para minimizar os riscos de queda. Neste sentido, comentou o inédito rebaixamento da história do Santos:

“Todo clube que começa o Brasileirão e eu falei para o meu grupo no primeiro jogo: vamos garantir 45 pontos. É obrigação do treinador passar isso para o seu grupo. O campeonato é difícil. Primeiro, garante os 45 pontos. Depois você busca outros caminhos. É um campeonato de altos e baixos. O Santos, infelizmente para os santistas, vinha batendo na porta há alguns anos. E caiu. Quando poucos esperavam que caísse. Se você vacilar… e mais um grande caiu nesse ano”, ampliou.

Renato de férias

Desde a quinta-feira, Renato se encontra de férias e já foi visto ao lado de amigos curtindo a praia do Rio de Janeiro. A direção do Grêmio, agora, intensificará as tratativas para renovar o seu contrato visando os desafios da temporada de 2024.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)