Não joga mais pelo clube: saiba quanto o Inter calcula que irá economizar em caso de rescisão com Guerrero

Centroavante peruano fará 38 anos em janeiro e não atuará mais com a camisa colorada

A passagem de Paolo Guerrero pelo Beira-Rio vive os seus últimos capítulos, rumando para uma tendência de rescisão amigável, que já está sendo tratada entre a direção do Inter e o empresário do atleta Vinícius Prates. No cálculo feito pelo clube, segundo GZH, a ruptura do contrato em comum acordo gerará uma economia de aproximadamente R$ 4 milhões aos cofres vermelhos.

LEIA MAIS – Perto de confirmar a saída do Inter, Guerrero tem novo planejamento para tratar das dores no joelho

Guerrero tem contrato por encerrar no final de dezembro e recebe o salário mais alto do elenco, girando em R$ 800 mil ainda com valores das luvas da época da sua contratação sendo pagos mensalmente. Ele chegou ao clube em agosto de 2018, mas só estreou em abril de 2019 e deixa o Inter com 72 jogos e 32 gols.

“Tenho atrito com todos os zagueiros, é normal, faz parte do jogo. Quanto tempo vou demorar para chegar ao meu nível? Primeiro, resolver o problema do meu joelho que parece não querer me deixar jogar. Eu estou lidando com isso com calma, com paciência. Para mim, é importante estar jogando (no Peru), no meu time não posso jogar, e isso me deixa um pouco triste”, lamentou Guerrero, à imprensa peruana, antes de ser cortado do Peru na semana passada do restante da rodada das Eliminatórias.

Na última segunda-feira, já no meio da noite, o Inter soltou nota oficial adotando certa cautela ao informar o reinício das conversas sobre a “relação contratual” – em maio, o jogador pediu a rescisão, mas o Inter não abriu mão de receber os valores de multa e a opção final de ambas as partes foi de permanência.

“O Sport Club Internacional comunica que o atleta Paolo Guerrero pediu dispensa para tratar de assuntos particulares. O clube e o staff do atleta estão reunidos para tratar da relação contratual, de forma amigável. Assim que houver uma definição concreta sobre o futuro do jogador, daremos a devida publicidade”, dizia a nota.

Guerrero, que tem 16 jogos e dois gols pelo Inter na atual temporada, viajou à Alemanha para investigar o que pode estar gerando novas dores no joelho operado em 2020. Não se imagina que ele possa voltar e ainda disputar uma partida pelo colorado.

  • Clique aqui para entrar no grupo do TELEGRAM para acompanhar as notícias do Inter
  • Clique aqui para entrar no grupo 11 para acompanhar as notícias do Inter.
  • Clique aqui para entrar no grupo 20 para acompanhar as notícias do Inter.