Meneghetti diz que sairia “algemado” se falasse tudo sobre a arbitragem de Flamengo x Grêmio

Apresentador da TV Bandeirantes soltou o verbo sobre a arbitragem da quarta-feira

Publicidade

O jornalista Leonardo Menghetti, da TV Bandeirantes, soltou o verbo ao falar da arbitragem de Bráulio da Silva Machado e de seus auxiliares na quarta-feira. Eles foram os responsáveis pelo comando do apito em Flamengo 1×0 Grêmio, no Maracanã, no Rio de Janeiro, pela partida decisiva da volta da semifinal da Copa do Brasil – a final será entre os cariocas e o São Paulo.

No programa Os Donos da Bola, do qual é o apresentador, Meneghetti citou o lance que o bandeirinha deu impedimento do Grêmio após cobrança de lateral e se revoltou:

“Nem na várzea o impedimento em lateral é marcado. Se eu disser tudo que eu quero aqui eu vou sair algemado do programa. Os árbitros não sabem a regra? Eu que não fiz curso sei que em lateral não tem impedimento. Acorda! Estavam fazendo o quê? Presta atenção no serviço”, afirmou.

A principal reclamação do Grêmio, no entanto, foi na penalidade máxima marcada por toque no braço do zagueiro Rodrigo Ely. Deste lance, nasceu o gol único do jogo em pênalti cobrado pelo uruguaio Arrascaeta.

Grêmio protestou

A ideia do Grêmio é preparar um documento formal por escrito em tom de reclamação junto à CBF. Nas coletivas pós-jogo ainda no Rio de Janeiro, tanto o técnico Renato Portaluppi como o presidente Alberto Guerra reclamaram e citaram o chefe da comissão nacional de arbitragem, Wilson Seneme.

Renato:É difícil saber das regras. Vi o nosso lance diante do Bahia nas quartas e aqui contra o Flamengo do Brasileirão foram lances parecidos. O zagueiro do Flamengo disse naquele dia que foi pênalti. Eu, que vivo do futebol, não entendo algumas regras. Quem é o Seneme para falar que isso é pênalti e aquilo ali não é pênalti? O que que ele entende mais de regra do que eu? Ele foi ex-árbitro e eu sou ex-jogador. Quando ele for opinar, que leve três treinadores ao vivo junto com ele. Para eles poderem opinar também

Alberto Guerra:Quem jogou bola duas vezes na vida sabe que este movimento que o Ely fez é totalmente natural. A lição do dia é que nós vamos continuar reclamando, vamos sempre buscar a CBF quando formos desfavorecidos. Precisamos defender o Grêmio. Certamente nós vamos nos manifestar por escrito. Inclusive vou complementar o Renato. O senhor Seneme respondeu que não foi pênalti naquele lance do Bahia. Agora eu queria saber a opinião dele se esse foi pênalti ou não

Saiba mais do Grêmio:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)