Mano Menezes relembra “porradas” no Inter e vê time agora montado: “Para quem saiu é ruim”

Técnico Mano Menezes falou do Inter na coletiva de apresentação no Corinthians

Publicidade

Apresentado oficialmente na tarde desta sexta-feira pelo Corinthians, o técnico Mano Menezes relembrou o seu trabalho no Inter e novamente lamentou ter saído depois que o grupo ficou completo. Ele se referiu aos movimentos da última janela e as chegadas de Sergio Rochet, Enner Valencia e Charles Aránguiz.

Mano relembrou o primeiro semestre de 2023 difícil do Inter, com críticas, “porradas” e opção do clube, com o seu aval, de esperar para contratar “qualidade” e não “quantidade”:

Veja também:
1 De 6.010

“Saí de um trabalho de 1 ano e quatro meses. Passamos um semestre esperando a janela, para não contratar quantidade e sim qualidade. Eu me expus, deixei meu nome tomando pancada para caramba no primeiro semestre, tomei porrada e agora o time está montado, com três jogadores de seleção que chegaram e isso se reflete no trabalho. Para quem saiu é ruim”, afirmou Mano.

Na mesma coletiva, o treinador confirmou ter sido procurado pelo Corinthians no primeiro semestre da atual temporada e revelou ter feito a opção, naquele momento, de dar continuidade ao trabalho no Inter.

Mano foi demitido do Inter após um empate com o Palmeiras

Mano Menezes foi demitido do Inter no dia seguinte ao empate sem gols contra o Palmeiras, no Beira-Rio, pelo Brasileirão. Neste jogo, ele recebeu vaias e xingamentos antes e depois da partida. Nos dias seguintes, a direção colorada fechou a volta do técnico argentino Eduardo Coudet, que estava livre desde a saída do Atlético-MG.

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas