Fernando Diniz protesta contra a arbitragem em empate com o Inter: “Ponto negativo do jogo”

Treinador do Fluminense não gostou do desempenho do árbitro argentino Darío Herrera

A atuação do árbitro argentino Darío Herrera irritou o técnico do Fluminense, Fernando Diniz, no empate em 2×2 com o Inter, no Maracanã, pela ida da semifinal da Libertadores. Em coletiva, o treinador criticou a expulsão do lateral-direito Samuel Xavier e o gol colorado com Hugo Mallo nos acréscimos da etapa inicial, entendendo que o jogo já deveria ter sido encerrado.

“O ponto negativo de hoje foi a arbitragem. No primeiro lance do cartão do Samuel, o Valencia fez falta no Nino. No segundo, o Samuel nem encosta no jogador. Nem falta foi. E o juiz marcou com tanta veemência que eu até havia ficado chateado com o Samuel. Depois, vi que ele tira o pé e nem toca no jogador. No gol de empate, o juiz deu três minutos de acréscimos e o gol saiu depois, sem que tivessem dado algum minuto a mais, não subiu placa nem nada. Esperamos que em Porto Alegre a arbitragem seja justa e que vença o melhor, o Inter também tem um grande time”, disse Diniz.

Veja também:
1 De 6.127

“Acho que o resultado foi justo, pela condição do jogo. Mas se levarmos em consideração a arbitragem não… Os erros que acontecem acabam afetando o andamento da partida, sejam quais forem eles”, acrescentou.

Diniz explica estratégia

Com um time extremamente ofensivo, Diniz optou por escalar o Fluminense com John Kennedy e Cano juntos, sem Alexander no meio. As duas equipes voltam a se enfrentar quarta, 21h30, no Beira-Rio:

“O meu critério foi escolher o melhor time com quem eu tinha à disposição. Eu não fiquei pensando em ficar mais ou menos ofensivo, meu pensamento foi escalar um time para ganhar. Para o jogo da volta, vou escalar quem eu achar que estiver melhor para termos mais chances de vencer. Eu não escalo meu time pensando se vamos ficar mais ou menos expostos defensivamente. Eu escalo meu time pensando em ganhar… os jogadores seguem um esquema, e esse esquema é pensado dessa forma”, finalizou.

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas