Mãe de Douglas Costa vai às lágrimas ao repercutir volta do filho ao Grêmio: “Um dia aconteceria, ele sempre sonhou”

Marlene Costa concedeu entrevista à Grêmio TV para repercutir a volta do filho ao clube

Publicidade

Em um misto de alegria pela volta do filho com nostalgia ao lembrar dos primeiros passos como jogador, Marlene Costa não conseguiu segurar as lágrimas de emoção ao repercutir, à GrêmioTV, o retorno oficial de Douglas Costa ao tricolor. Aos 30 anos de idade, o jogador foi oficializado até junho de 2022 por empréstimo – depois, assinará em definitivo até dezembro de 2023.

Na emocionante entrevista concedida ao clube, Marlene lembra do início do filho como jogador, da dificuldade em ficar longe quando aconteceu a venda ao Shakhtar Donetsk em 2010 e de toda a alegria – e até certeza – de que a volta ao Grêmio aconteceria:

“Começou tudo no areião treinando com a gurizada. E o pai dele ia treinar com ele, jogar com ele. Ele já tinha aquela vontade. Eu costumo dizer que ele já nasceu com a bola. Foi tudo muito rápido na vida dele. Saudade, ausência, distanciamento, mas nós, a família, nós sempre acreditamos”, disse a mãe de Douglas, antes de acrescentar:

“Foi bem difícil no início. Uma coisa é tu ter o teu filho ali, contigo, no dia a dia e tu acompanhando. Mas daqui a pouco muda toda a história. Quando aconteceu mesmo (a venda), eu chorei. Fomos para o aeroporto e eu sabia que iria ver ele duas vezes no ano. Foi difícil, mas tivemos que aceitar”.

Ela, no entanto, garante ter sempre tido total certeza de que este retorno aconteceria:

“Nós sabíamos que um dia ele iria voltar. Sempre sonhou. Mas não sabíamos quando iria acontecer. Filho, bem vindo à tua casa”, concluiu.

Confira a entrevista:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas