Lata de lixo? Dirigente confirma que comparação de jornalista chegou ao vestiário do Grêmio: “Tocou a nós”

Marcos Herrmann, vice-presidente de futebol do Grêmio, conversou com a imprensa neste domingo

Publicidade

Satisfeito com o início de trabalho como líder do departamento de futebol do Grêmio, o vice-presidente de futebol Marcos Herrmann (foto) concedeu coletiva de imprensa depois do título do Gauchão neste domingo destacando, dentre outras coisas, a evolução na preparação física do time a partir do trabalho do preparador Reverson Pimentel.

LEIA MAIS – Até breve: vídeo mostra o choro de Pepê caminhando sozinho na Arena depois do título sobre o Inter

Herrmann, após o suficiente empate em 1×1 com o Inter, na Arena, sublinhou que a equipe vem terminando os jogos dentro do campo adversário, “sobrando” fisicamente:

“O título ajuda demais a seguirmos com o nosso projeto. Queríamos mudar a tendência de resultados ruins como a eliminação na Libertadores, que foi marcante para nós. Queríamos terminar os resultados ruins e avançar muito na preparação física. Nesse sentido, temos que dar uma palavra de louvor ao professor Reverson Pimentel. Todos os jogos terminamos jogando no campo rival, que é uma evolução flagrante. Nesta primeira etapa do nosso projeto, conseguimos equilibrar. E mais: com o título”, declarou.

Declaração de jornalista motivou o Grêmio

Antes dos Gre-Nais, uma fala do jornalista Adroaldo Guerra Filho, o Guerrinha, comparando o Grêmio pré-Tiago Nunes com uma “lata de lixo”, motivou o elenco gremista. Herrmann confirmou que esta declaração, dada no programa Sala de Redação, da Rádio Gaúcha, chegou ao vestiário.

“Esse título para nós tem muito valor. Há dois ou três meses atrás, o nosso rival havia sido vice-campeão brasileiro. E nós, enfim, baleados. Até de lata de lixo nos chamaram. Teve um episódio que nos chamaram de lata de lixo. E isso tocou a nós. Aqui no Grêmio nós trabalhamos com amor próprio. Conseguimos dar a volta e ganhamos lastro para buscar coisas maiores”, ampliou o dirigente.

A forte crítica de Guerrinha ocorreu no programa do dia 13 de maio em debate com o também membro do programa, Leonardo Oliveira:

“O Grêmio naquela época também estava muito mal. Era uma lata de lixo sim. Ou tu não sabe? Ou vocês não querem dizer isso? Por que o Grêmio mudou o treinador? Estava um avião? Eu acho (uma lata de lixo) sim, eu tenho coragem de achar”, disse Guerra na ocasião.

VEJA MAIS – Rafinha provoca Yuri Alberto e o Inter depois do título estadual:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)