fbpx

Kleber Gladiador relembra ex-colegas e explica por que prefere Diego Souza a Valdivia: “Se dá uma briga em campo…”

Ex-atacante gremista concedeu recente entrevista ao podcast PodPorco, no YouTube

Relembrando a convivência com alguns ex-colegas de carreira no podcast PodPorco, do YouTube, o antigo atacante Kleber Gladiador não ficou em cima do muro e escolheu Diego Souza na comparação com o chileno Valdivia. Os três jogaram juntos no Palmeiras de 2008 e foram campeões do Paulistão daquela mesma temporada com Vanderlei Luxemburgo no comando.

Mas o motivo de Gladiador para a sua escolha é bem fiel ao seu estilo combativo e brigador. Até porque, em relação à qualidade técnica, ele admite que o chileno era superior:

“O Valdivia tinha mais qualidade técnica, mas o Diego Souza era f… Ele era maluco. É o cara que tu joga do lado e pensa que, se sai uma pancadaria, nós vamos pegar todo mundo aqui. Valdivia talvez corresse (risos). Mas o Diego Souza era embaçado”, comentou Gladiador, que jogou no Grêmio entre 2012 e 2014.

Kleber Gladiador fala de briga com ex-são-paulino

No mesmo podcast, Kleber contou de um perrengue que teve com o ex-volante do São Paulo, Zé Luís, que posteriormente também foi jogador do Atlético-MG. Segundo o ex-gremista, o defensor certa vez o ameaçou em um clássico e a história não parou por aí:

“Era um clássico e no meio do jogo ele disse que ia me pegar e me quebrar. Falei: ‘Ah é? Então tá’. Aí acabou o jogo, beleza. Depois de um tempo, voltamos de um jogo em Goiânia e eu estava em casa, já era 1h da manhã. Uns amigos me ligaram e disseram que o Zé Luís estava em um restaurante. Peguei o carro e fui lá com eles. Sentei numa mesa e o cara estava de costas, não me viu. Quando eu vi que ele ia pagar a conta, fui pra porta. Aí ele chegou: ‘Aí Klebão, como tá?’. E eu: ‘E aí, beleza, Klebão é o c… você não ia me pegar? Tô aqui’. Mas ficou só nisso e depois, conversando com o cara, vi que ele era gente boa”, contou.

Valdivia encerra a carreira

Citado por Kleber nesta entrevista, Jorge Valdivia, aos 38 anos, anunciou oficialmente na última sexta-feira que vai parar de jogar. Sua última partida como profissional aconteceu em fevereiro, com a camisa do Necaxa, do México.

“Me cansei, já foi o suficiente e desde um tempo venho analisando e mais ou menos decidido a deixar de jogar. Já tinha conversado sobre isso com pessoas mais próximas, com minha família. Foram muitos anos, de muito sacrifício. Eu ainda sou jovem para fazer outras coisas”, disse o “Mago” para a Rádio ADN.

Clique nas manchetes abaixo para ler mais notícias:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas