Inter posta nota de apoio ao Fortaleza após vandalismo; ex-colorado gravou vídeo no ônibus

Após empate contra o Sport, time cearense foi alvo de bombas e pedras no seu ônibus

Publicidade

Pelo seu Twitter oficial durante esta quinta-feira, o Inter publicou uma nota de apoio ao Fortaleza, que foi vítima de um ataque depois do empate fora de casa em 1×1 com o Sport, na noite anterior, pela Copa do Nordeste. O ônibus do clube foi atacadado por pedradas e bombas caseiras, o que acabou destruindo vidros, danificando o veículo e ferindo seis jogadores.

“O Inter presta solidariedade aos jogadores, diretoria e staff do @FortalezaEC pelos atos cometidos na noite desta quarta-feira (21), após o término do jogo contra o Sport, válido pela Copa do Nordeste. O Clube do Povo apoia a união entre as equipes e repudia qualquer tipo de violência”, declarou o Inter.

Alguns ex-jogadores do Inter estiveram diretamente envolvidos no caso. O lateral-direito Dudu teve estilhaços atingindo a sua cabeça e precisou de atendimento. O mesmo aconteceu com o zagueiro Titi, que teve a perna atingida por caco de vidro. O atacante Thiago Galhardo registrou cenas através das redes sociais e o também atacante Marinho se manifestou:

“Eu estava na janela da frente, e o Lucero na de trás. Pegou praticamente no meio de gente. A pedra não bateu nos meninos porque eles estavam com o banco para trás. A bomba bateu, explosão e a pedra entrou e bateu no Escobar. Foi aterrorizante porque a gente só ouvia gritos, sangue, o ouvido doeu, a cabeça”, lamentou Marinho, em declaração recuperada pelo Globoesporte.com.

O vídeo do ex-atacante do Inter, Galhardo:

LEIA MAIS DO INTER:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul