Após vitória, presidente do Inter explica situação de jogadores como Luiz Adriano, De Pena e Gabriel

Alessandro Barcellos se manifestou depois da vitória colorada diante do Juventude

Publicidade

Aguardando a chegada de Rafael Borré para a próxima terça-feira, o Inter também convive com a expectativa de novas despedidas no elenco até o dia 7, quinta, data final da primeira etapa da janela de transferências do mercado brasileiro. Jogadores como Gabriel, Carlos De Pena (foto), Luiz Adriano e Gustavo Campanharo, que não estão sendo mais relacionados para os jogos, podem sair.

Eles foram tema da entrevista coletiva de Alessandro Barcellos neste sábado, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, depois da vitória do Inter de 2×1 sobre o Juventude pela última rodada da fase classificatória do Gauchão. O presidente admitiu a possibilidade de saída, mas afirmou que eles serão “reintegrados” ao plantel caso as negociações não ocorram:

“Não é uma decisão do clube. Depende das movimentações de mercado. Existem sondagens por jogadores do Inter como De Pena e Gabriel. Essas situações são dinâmicas e isso eu falo para os jogadores. Tanto os que jogam quanto os que não jogam. A temporada é longa e todos precisam estar preparados. Eles estão no grupo, mas não estão jogando, muito porque tem sondagem. Mas caso não os negócios aconteçam, serão reintegrados e farão parte do elenco. Não tenho dúvida disso”, afirmou Barcellos.

Barcellos é o presidente do Inter
Barcellos participou de coletiva neste sábado – Foto: Reprodução/YouTube

Inter tentará reverter punição de Coudet

Na última semana, o Tribunal de Justiça Desportiva do RS julgou e definiu pena de três jogos para o técnico Eduardo Coudet por sua expulsão contra o São José na primeira fase. Como já cumpriu dois, Chacho ainda deverá ficar de fora do jogo em casa contra o São Luiz, no final de semana que vem, pelas quartas de final. O Inter, porém, tentará reverter:

“Com todo respeito ao Tribunal, que faz o seu trabalho e que tem essa responsabilidade de julgar o que é denunciado, mas a punição do Coudet é totalmente desproporcional aos fatos do jogo contra o São José. O que houve foi uma reclamação de um fair play. E a entrada em campo foi para tirar jogadores. Nós consideramos a pena exagerada e o nosso jurídico vai a partir de segunda-feira tratar do assunto. Esperamos que o Gauchão seja decidido dentro de campo”, pontuou o mandatário.

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO INTER:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas