fbpx

Homem de confiança de Felipão, Thiago Santos ainda não tem prazo de retorno após fechar cinco semanas fora do Grêmio

Volante teve uma lesão muscular na coxa sofrida ainda em junho e segue sem jogar

Uma lesão muscular sofrida no adutor da coxa direita no empate em 0x0 contra o Fortaleza, na Arena, ainda no final de junho, segue impedindo o volante Thiago Santos de atuar no Grêmio sob comando de Felipão, que foi seu comandante no Palmeiras entre 2018 e 2019 e ainda tentou levá-lo ao Cruzeiro no ano passado.

Conforme comunicado divulgado pelo clube em 29 de junho, havia a previsão de retorno entre quatro e seis semanas. Mas, nesta terça-feira, fecharão cinco semanas do atleta afastado e ele segue fazendo tratamento distante dos trabalhos com bola com o restante do plantel.

Thiago, vale lembrar, chegou ao Grêmio em contratação feita junto ao FC Dallas, dos Estados Unidos, repleto de críticas da torcida. Só que a reversão de opiniões ocorreu de forma breve com atuações seguras, principalmente no início da gestão do antigo técnico Tiago Nunes.

Neste momento, Fernando Henrique, Lucas Silva, Bobsin e Darlan são os volantes utilizados no time, já que Maicon também segue de fora. Dos lesionados, Kannemann e Douglas Costa são os que têm chance maior de retorno nesta semana.

Calendário de jogos do Grêmio nesta semana:

Próximo jogo: Grêmio x Vitória, volta das oitavas da Copa do Brasil, terça, 19h.

Próximo jogo do Brasileirão: Grêmio x Chapecoense, segunda que vem, dia 9, 20h.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas