Por que Chino? Herói da classificação do Inter na Libertadores, Rochet explica origem do apelido

Goleiro colorado vai caindo nas graças da torcida por suas boas atuações

Publicidade

Autor do gol decisivo da classificação do Inter diante do River Plate, na última terça-feira, na disputa por pênaltis pelas oitavas de final da Libertadores, o goleiro Sergio Rochet contou um pouco mais da sua trajetória durante entrevista dada à reportagem do site Globoesporte.com. Ele explicou, por exemplo, qual é a origem do apelido “Chino”:

“Vem de menino, quando eu ia à escola. Eu gostava de dormir muito. Minha mãe me acordava sobre a hora. Eu ia à escola com os olhos inchados e ficava “chino” (chinês). Meus amigos começaram a me chamar de Chino, Chino, Chino e ficou. Na cidade falam Sergio e não conhecem. Chino já sabem que sou eu”, disse o arqueiro do Inter, antes de falar da sua infância:

Veja também:
1 De 6.003

“Sou um cara bastante tranquilo. Nasci em Nueva Palmira, minha cidade, muito tranquila, poucos habitantes. Meus estilo de vida sempre foi tranquilo, tive uma infância muito boa, muito linda, jogando no “campito” na rua, com toda gente do bairro. Acho que foi uma infância muito linda, que eu lembro com muita felicidade”.

Renê é o mais “resenha” do vestiário do Inter

Segundo Rochet, o lateral-esquerdo Renê é inigualável em fazer os outros colegas rirem no vestiário, merecendo o rótulo de mais “resenha” do elenco:

“Eu gosto muito do Renê. Quando eu escuto ele, já começo a rir. É muito engraçado. Tem gente que sempre está com boa energia. Isso que o time precisa. Estamos jogando bem, mas ainda não tínhamos uma vitória importante para ficarmos tranquilos. E no momento de nervosismo, transmitir essa alegria nos deixa mais cômodos”, finalizou.

Com Rochet afirmado no gol, o Inter tenta voltar a vencer no Brasileirão enfrentando o Botafogo fora de casa, às 21h, neste sábado.

Leia mais notícias coloradas:

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas