Guerra explica plano para Renato e diz ter enviado mensagem para o presidente do Fluminense após título da Libertadores

Alberto Guerra deseja a permanência do técnico Renato Portaluppi para 2024

Publicidade

Depois de chegar ao vice-campeonato do Brasileirão ao vencer o Fluminense fora de casa por 3×2, o Grêmio já começa a pensar na temporada de 2024 e prioriza as tratativas para renovar com o técnico Renato Portaluppi. Em coletiva dada depois da vitória no Maracanã, o presidente Alberto Guerra falou do desejo de acertar com o atual treinador e lembrou que a renovação com Renato é fundamental até para a definição do futuro de vários jogadores:

“Jamais me permitiria conversar com outro técnico sem me resolver antes com Renato. Resolver com ele significa também resolver com jogadores porque precisa também a opinião do treinador, seja ele quem for. Isso também nos dá uma certa trava. A gente espera resolver isso nos próximos dias para que a gente possa seguir o trabalho”, declarou Guerra.

Renato, por sua vez, não bancou a permanência durante a sua entrevista pós-jogo e pediu que as perguntas sobre o futuro fossem direcionadas aos dirigentes:

“Não tem definição. Falei que minha preocupação era acabar bem o campeonato, entrar no G-4. Conseguimos o vice-campeonato, era o mais importante e melhor para o clube, até porque a torcida já estava machucada com a saída do Suárez. Procuramos deixar esse assunto de lado e só pensar no grupo e buscar essa vaga na Libertadores. A partir de agora, me deixem em paz que estou de férias. As perguntas têm que fazer para a diretoria do clube”, argumentou.

Renato pelo Grêmio
Renato ainda não definiu a sua permanência no Grêmio – Foto: Divulgação/Grêmio

Guerra manda mensagem para Mário Bittencourt

Ainda na sua coletiva, Guerra revelou ter mandado mensagem para Mário Bittencourt, presidente do Fluminense, assim que o time carioca se sagrou campeão da Libertadores. O mandatário gremista entende que tanto o Grêmio quanto o Flu deram ensinamentos em 2023 de que é possível fazer time competitivo mesmo sem tanto dinheiro para investir:

“Eu dizia nessa mensagem, que é longa, que ele fez um ensinamento pra nós que nem tudo é dinheiro. O Fluminense foi campeão sem ter uma das maiores folhas do Brasil. E o Grêmio também ensinou isso no Brasileirão. Mas a chance de acertar é mais difícil. São casos atípicos. Não é porque fomos vice agora que com o mesmo grupo também seremos o ano que vem. No ano que vem é outra história. Todo ano é praticamente um recomeço. É questão de fazer uma avaliação interna, mas teremos uma capacidade maior de investimento. Não como Palmeiras, Flamengo e Corinthians, mas em condições de nos deixar disputar”, comentou.

Leia mais:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)