Podendo virar lanterna, Grêmio diz que ainda não teme rebaixamento: “Muito cedo”

Com seis derrotas seguidas, campanha tricolor vai sendo decepcionante no Brasileirão

A sexta derrota seguida no Brasileirão, agora para o rival Inter, pode custar caro para o Grêmio. Mergulhado na zona do rebaixamento e em grave crise técnica, o time treinado por Renato Portaluppi pode inclusive virar lanterna do campeonato com 6 pontos neste domingo. Para isso, basta que o Fluminense não sofra uma derrota no clássico contra o Flamengo a partir das 16h.

Mesmo assim, os principais homens do futebol do Grêmio dizem que o rebaixamento ainda não causa medo neste momento. Tanto para o presidente Alberto Guerra quanto para o técnico Renato Portaluppi ainda é “cedo” para falar em queda:

Veja também:
1 De 6.124

“Temer (o rebaixamento), ainda não. Jogamos apenas 25% do campeonato, tem muito pela frente. É óbvio que uma sequência como essa liga o sinal de alerta. Mas temos que manter a tranquilidade, manter a nossa convicção”, disse Guerra, em sua coletiva.

“O rebaixamento é muito cedo para falar. Brasileiro é longo. Nunca me passou pela cabeça. Meu discurso continua o mesmo. Daqui um pouco, voltamos para o nosso lugar. Hoje, ninguém é bom. Tem que trocar o treinador, os jogadores ninguém presta. Quando se ganha, é bom. Quando não ganha, é ruim. Está todo mundo no mesmo barco”, opinou Renato.

Grêmio joga na quarta-feira

Depois de perder o Gre-Nal, o Grêmio não terá muito tempo para lamentar e treinar, já que, já na quarta-feira, às 20h, enfrenta o Atlético-GO fora de casa. O Dragão empatou na rodada em 0x0 fora contra o Cuiabá e também está no Z4, em 17°, com 9 pontos.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Acesse o canal do nosso WhatsApp e ative o sininho para receber notícias:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas