Grêmio acata pedido de entidade dos jornalistas e acaba com “aplausos” nas coletivas de Renato

Aceg-RS pleiteou junto ao clube a presença apenas de jornalistas nas coletivas na Arena

Publicidade

O Grêmio aceitou neste começo de temporada um pedido feito pela Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos (Aceg-RS) em não mais permitir a entrada de torcedores na sala de coletivas da Arena durante as entrevistas. Agora, apenas jornalistas, repórteres e profissionais credenciados poderão estar presente durante as conferências pós-jogo.

“Quando o torcedor se manisfestava na entrevista coletiva, muitas vezes o representante do clube acabava se sentindo mais à vontade para dar respostas ácidas e irônicas. Fazia isso pois sabia que tinha plateia”, afirmou o presidente da Aceg-RS, Rogério Amaral, ao site Coletiva.net.

No ano passado, em mais de uma ocasião, conselheiros, dirigentes secundários e torcedores em geral tinham acesso à sala e eventualmente aplaudiam algumas respostas, principalmente as do técnico Renato Portaluppi. Já contra o São José, na goleada de 4×1 desta quarta, pelo Gauchão, isso não aconteceu.

A nota da Aceg-RS sobre o pedido ao Grêmio

A Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos (ACEG) agradece à diretoria do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, por ter atendido nossa solicitação de reservar a Sala de Entrevistas Coletivas apenas para a imprensa devidamente credenciada e representantes do clube.

Assim como, a disponibilização de jogadores e dirigentes para entrevistas na Zona Mista, tanto na saída de campo, quanto no momento de se retirarem da Arena, reconhecendo e valorizando o trabalho dos repórteres ali presentes.

Ao reiterarmos nossos agradecimentos, esperamos que esse procedimento seja mantido e tal possa ser adotado nos demais estádios no Campeonato Gaúcho.

Rogério Amaral

Presidente

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)