Folgas de Renato, venda de Bitello e Michael: presidente do Grêmio atualiza temas do clube

Alberto Guerra tratou de temas do Grêmio em entrevista à RDCTV nesta semana

Publicidade

Em entrevista concedida à RDCTV nesta semana, o presidente do Grêmio, Alberto Guerra, tratou de temas importantes vinculados ao clube e minimizou as críticas pelas folgas dadas ao técnico Renato Portaluppi. O mandatário ainda repercutiu a venda de Bitello ao Dínamo Moscou-RUS e falou do sonho em contratar o atacante Michael, do Al-Hilal, da Arábia Saudita.

Michael

O Michael não era um sonho só do Renato e nós da direção também queríamos. Mas a gente passa por uma reconstrução. Não vamos conseguir ter todos os nomes que queremos neste momento. A gente está sempre analisando, mas quando estamos no Grêmio temos que estar sempre de olho no mercado. Analisar os nossos, como estão desempenhando. E o mercado também, para eventuais ajustes

Planos do Grêmio pós-Suárez

É difícil se repetir uma situação exatamente como a do Suárez, que teve uma série de fatores. Ele aqui do lado, sem contrato, querendo vir… mas o que a gente pode dizer é que a gente busca atletas que possam dar respostas em campo, mas que também possam se tornar grandes ídolos. Isso valoriza muito o nosso futebol com figuras desse tamanho. A gente analisa o mercado e tem nomes que estamos olhando

Venda de Bitello

Nenhum clube brasileiro, nem mesmo o Flamengo, sobrevive sem vendas de atletas. Já fazia algumas janelas que o Grêmio não vendia atleta por valor substancial. Fizemos agora com o Bitello e vamos receber esse dinheiro, nem sempre é à vista. Vai ajudar bastante. São ciclos. O Bitello é um excelente jogador, é bom de ver, mas vai ser bom para ele também. E abre espaço para outros que sobem. Quem sabe a gente revele mais um no ano que vem

Folgas dadas para Renato

Para nós, é tranquilo. Acho estranho quando a gente comenta folga. Imagina se começarmos a tratar das folgas da imprensa. Tudo é combinado. Se ele não aparecer quando não for combinado, aí é falta grave. O futebol é desgastante para todos. E o Renato é muito profissional neste sentido. A gente não vê esse problema de esticar um pouco mais uma folga, até quando se tem mais tempo até o próximo jogo. Acho que foi a terceira vez no ano que a gente dá um turno a mais de folga para ele. E a gente vê ganhos nisso. O Renato sempre entrega a mais do que se espera dele e está fazendo um grande trabalho

Leia mais:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas