Em post na web, Renato cita três motivos para a segunda derrota do Grêmio na Libertadores

Técnico gremista se manifestou no Instagram no dia seguinte à derrota

Publicidade

Como faz tradicionalmente a cada partida na temporada, o técnico Renato Portaluppi se manifestou na sua conta oficial no Instagram no dia seguinte à derrota de 2×0 para o Huachipato, na Arena, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. No post, citou três motivos para o tropeço: o fato do jogo ter sido depois de uma final, o cansaço da equipe e as chances de gols perdidas.

“Infelizmente jogo depois de uma decisão pode acontecer isso. Equipe cansada e perdemos muitas oportunidades que poderiam ter tornado o jogo diferente. Seguiremos focados nos nossos objetivos e treinando forte!”, postou Renato.

Com duas derrotas seguidas na abertura da Libertadores, o Grêmio é o lanterna do Grupo C sem pontos ganhos, enquanto Huachipato e Estudiantes dividem a liderança com 4 e o The Strongest vem logo atrás com 3 pts. O próximo jogo gremista na competição é fora, contra o Estudiantes, dia 23 – veja aqui a ordem dos jogos restantes.

As falas de Renato em coletiva depois da derrota:

“Nós jogamos uma final. Fomos campeões. Eles vão comemorar, é óbvio. Não adianta mandar dormir, tem muita adrenalina pós-jogo. Não tivemos tempo para treinar e a bola não quis entrar. O problema é jogar três dias depois de uma final. Eu gostaria que vocês fizessem uma pesquisa. Vou pela minha cabeça. Quantos times do Brasil ganharam o próximo jogo depois de ser campeão? Façam essa pesquisa”
.
“Estamos em um bagaço total pela entrega que tivemos para ganhar o Gauchão. Tivemos quase 55 mil pessoas, o que prova que o torcedor também queria o hepta. Três dias depois, é impossível jogar com o mesmo time e ter o mesmo rendimento. Mesmo mudando o time, a parte física do time adversário foi melhor. É bom jogar uma vez por semana, mas o calendário brasileiro não permite isso”
.

“Lógico que ninguém gosta de perder. Eu entendo o torcedor, o torcedor quer ganhar. Eu também quero. Infelizmente, aconteceu a derrota. Peço desculpas ao torcedor por não termos vencido dentro de casa pela Libertadores. Não fizemos os gols nas nossas oportunidades e eles fizeram. O que não pode acontecer é vaiar A, B ou C, porque aí fica difícil por treinador. E daqui a pouco não poderei botar eles no time para não serem vaiados. Não vamos ganhar todas, teremos derrotas. Ninguém esperava, mas tivemos”

 

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul