Dirigentes do Inter elogiam contratações e evitam falar de Borré durante posse de Barcellos

Direção colorada segue negociando a vinda do atacante colombiano Rafael Borré

A noite desta segunda-feira, 8, marcou a cerimônia de posse de Alessandro Barcellos como novo presidente do Inter agora em seu segundo mandato, que vai até 2026 – ele já vinha comandando o clube desde o começo de 2021. Nas entrevistas dos dirigentes presentes, o assunto principal foi o mercado da bola e, claro, a situação do atacante colombiano Rafael Borré.

Emprestado pelo Frankfurt ao Werder Bremen até o meio do ano, o jogador de 28 anos gostou do projeto apresentado pelo Inter e teria o interesse em voltar ao continente sul-americano. Com comitiva de dirigentes na Alemanha, a direção colorada tenta destravar a negociação para fazer o anúncio:

Veja também:
1 De 6.090

“O Inter está no mercado. E a gente tem a expectativa que novos nomes possam ser anunciados. Eu sempre falei com muita verdade, sempre tratando com responsabilidade ao torcedor. Não posso antecipar nem criar expectativa. Eu, pelo Conselho de Gestão, não participo ativamente dessas questões. A gente tem um orçamento e a gente acompanha semanalmente. Quase que diariamente. Mas não tenho informação atualizada dessa negociação. Estou muito feliz pelos jogadores apresentados e tenho certeza que faremos uma excelente janela para o time de 2024”, disse Victor Grunberg, que é vice-presidente eleito na chapa de Barcellos.

Discurso bem parecido adotou o diretor de futebol José Olavo Bisol ao ser perguntado também sobre a negociação com Borré:

“É difícil de falar em nível de jogador e o mercado nos apresenta situações diferentes para cada posição. Estamos fazendo um esforço financeiro enorme para fazer as contratações. O nosso orçamento já é conhecido. Precisamos suprir as posições que a gente necessita”, pontuou.

A situação de Borré e o Inter

Nas últimas semanas, o Inter se acertou com o Frankfurt e estabeleceu o pagamento de cerca de 5 milhões de euros para comprar Borré em definitivo. A dificuldade, porém, é o contrato de empréstimo que o jogador também com o Werder Bremen, que estaria exigindo uma compensação financeira para liberar o atleta de imediato, antes de junho. Enquanto tenta destravar a vinda do colombiano, o Inter já anunciou oficialmente as vindas do goleiro Ivan, do zagueiro Robert Renan, do meia Hyoran e do centroavante Lucas Alario.

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas