fbpx

Direção do Inter fala pela primeira vez após declaração polêmica de Galhardo: “Não queríamos a sua volta”

Emilio Papaléo Zin, vice-presidente de futebol do Inter, falou sobre o novo jogador do Fortaleza

A direção colorada já trata Thiago Galhardo como página virada. Após o atacante ser anunciado oficialmente pelo Fortaleza, o vice-presidente de futebol do Inter, Emilio Papaléo Zin, fez uma breve manifestação sobre o caso em entrevista ao jornalista Lucas Collar, do canal Vozes do Gigante. Para o dirigente, ficou claro que nenhuma das partes queria a permanência do atleta no Beira-Rio.

“Sobre o Thiago Galhardo, a sensação que eu tenho é que nem nós nem ele desejavam sua volta ao Beira-Rio. Ele externou isso. Com todo mérito, ele prestou serviços ao clube no passado e chegou à Seleção Brasileira. Mas talvez não fosse o momento de ficar. Ele preferiu não jogar no Inter. Foi anunciado no Fortaleza e eu espero que siga a sua carreira com sucesso”, resumiu Papaléo.

Na terça-feira, no mesmo dia da derrota colorada de 2×0 para o Colo-Colo, no Chile, pela Sul-Americana, Galhardo deu a seguinte declaração:

“Não quero voltar, não, mas tudo indica que sim. Tenho contrato com o Inter. Não é um desejo, mas, por outro lado, esse tempo fora fez sentir saudade dos meus filhos. Fiquei sem vê-los. É o que mexe para eu voltar”, disse, causando polêmica durante participação no 1° Prêmio Fui Clear do futebol brasileiro.

Hoje com 32 anos, Galhardo jogou a última temporada no Celta de Vigo, da Espanha, que não quis exercer o direito de compra previsto em contrato. Como assinou com o Fortaleza até dezembro – mesmo prazo do término do contrato com o Inter -, ele não volta mais ao Beira-Rio.

CLIQUE NAS MANCHETES ABAIXO PARA LER MAIS NOTÍCIAS SOBRE O INTER:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas