Coudet faz elogios e evita criar polêmica sobre situação de Gabriel: “Para mim é normal”

Volante novamente não entrou em campo em Santa Cruz 0x2 Inter nesta quarta

Publicidade

Ainda não foi nesta quarta-feira que o volante Gabriel, antigo titular e até capitão do Inter, teve a chance de fazer a estreia na temporada de 2024. Ele permaneceu os 90 minutos no banco de reservas durante a vitória colorada por 2×0 sobre o Santa Cruz, fora de casa, em mais uma rodada válida pela fase classificatória do Gauchão. Recentemente, o atleta manifestou insatisfação pela falta de chances e abriu a possibilidade de deixar o clube.

Em entrevista coletiva concedida depois da vitória no Estádio dos Plátanos, Coudet disse ter carinho pelo jogador e mostrou compreender a sua insatisfação. Mas tratou o caso como “situação normal”:

“Eu também tenho muito carinho por ele. Mas estou aqui para tomar as decisões. Não quero um jogador contente por não jogar. Uma grande pessoa, um grande profissional. Mas, para mim, é uma situação normal”, afirmou Chacho.

Antes do jogo, o presidente Alessandro Barcellos conversou brevemente com a imprensa e também deu o seu ponto de vista sobre o momento de Gabriel:

“O clube investiu no Gabriel. É um jogador que teve uma lesão. Tenho certeza que se não tivéssemos renovado com o Gabriel, estariam nos criticando, porque ele estava voltando de lesão. É um jogador que tem mercado e espaço no grupo. O treinador é que escala. Daí é outra situação. O Gabriel é um profissional sensacional”.

O que disse Gabriel recentemente

Depois da vitória do Inter sobre o Caxias no último fim de semana em casa, em jogo que também não entrou, Gabriel se manifestou após a partida com as seguintes palavras:

“Eu tenho que seguir no dia a dia. A gente sabe que o futebol é muito dinâmico. Hoje estamos aqui e no próximo jogo posso jogar ou posso não estar mais aqui. As coisas acontecem rapidamente. Falar que estou feliz, logicamente não estou. Sou competitivo e quero jogar assim como todos. É seguir trabalhando e com a cabeça no lugar. Não conversei com nenhum clube. Sigo jogador do Internacional, tendo esta esperança de poder jogar. Não depende só de mim. Acredito que isto vai ter que ser visto nos próximos dias até para tomarmos uma decisão”, citou o volante, na oportunidade.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)