Coudet diz ter dado “grande abraço” em Enner Valencia após eliminação: “Estava golpeado”

Técnico Eduardo Coudet concedeu coletiva depois de Inter 3x2 Grêmio

Publicidade

O técnico Eduardo Coudet, ainda sentido pela eliminação na semi da Libertadores para o Fluminense, tratou de tirar a culpa de Enner Valencia, que perdeu pelo menos duas grandes chances na última quarta-feira. Em coletiva neste domingo, dada depois da vitória de 3×2 sobre o Grêmio no Beira-Rio, pelo Brasileirão, o treinador argentino ainda revelou ter dado um “grande abraço” no equatoriano depois da queda para os cariocas.

“A primeira coisa que fiz com ele foi falar que eu queria dar um grande abraço. O futebol é assim. Chegamos na semifinal quando Enner decidiu. Fomos à Bolívia, na altitude e tivemos talvez uma chance e ele não perdoou. Depois fez dois gols no jogo daqui. Ele gera muitas chances. Mas na quarta não entrou. Somos um grupo quando ganhamos e quando perdemos. Todos sentimos a dor da derrota e ainda nem quis olhar as jogadas do jogo. Fica na sua cabeça. Quando vai dormir, você pensa se tivesse acontecido isso, o outro, aquele outro, mas é não buscar culpados”, disse Coudet, para depois acrescentar:

Veja também:
1 De 5.995

“Enner Valencia é um grande jogador, sem dúvida vai fazer muitos gols pelo Inter. Que bom que fez um gol logo cedo no clássico. Fez ele se sentir melhor. Também estava muito golpeado pela eliminação. Tem vezes que é para o bem, outras que não. Algumas das chances que ele perdeu também foi por causa da sua velocidade, que ele criou”.

Coudet reclama da “injustiça” do futebol

Segundo Coudet, vários amigos e pessoas do mundo do futebol concordam com ele de que a eliminação do Inter para o Fluminense foi “injusta”:

“Com todos que falei, amigos, pessoas do futebol, que me chamaram, me escreveram, todos acharam injusta a nossa eliminação contra o Fluminense. Apesar de termos enfrentado um grande time e um grande treinador, que tenho que felicitar. Mas, se tivesse alguma justiça, nós teríamos passado. Mas, no futebol, não há”, ampliou Coudet.

Mais falas de Coudet depois de Inter 3×2 Grêmio:

Sentimento após a vitória do Inter no Gre-Nal

Fizemos um grande jogo. É difícil jogar um clássico como jogamos. A valentia de jogar com a bola. A quantidade de chances que criou. Estamos convencidos que queremos jogar desta forma. Estou feliz pelos jogadores, pelo torcedor. É muito dolorido quando não ter possibilidade de chegar em um grande desafio, fica muita tristeza. Hoje, pudemos dar um carinho no coração do torcedor

Inter protagonista

O Inter está jogando como tem que jogar o Inter: sendo protagonista, disputando bola como se fosse a última, não se importando de onde joga, se casa ou fora. É um jeito claro e sinto que estamos mostrando. O resultado manda. Vamos seguir trabalhando para melhorar. O resultado não posso prometer, vocês sabem como é

Sem medo de rebaixamento

Um time que joga como quarta e hoje ter perigo de rebaixamento? Acho que não. Depois, pode ter mais sorte ou azar, mas jogando assim estou convencido que seguramente terá mais vitórias que derrotas
Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas