Como os jogadores do Grêmio fizeram Renato mudar de estratégia antes da final da Libertadores de 2017

Lateral-esquerdo Bruno Cortez fez a revelação durante uma recente entrevista

Publicidade

Em recente entrevista concedida ao Charla Podcast, o lateral-esquerdo Bruno Cortez relembrou bons tempos de Grêmio, como a inesquecível campanha da Libertadores de 2017, que culminou no tricampeonato continental para o clube. Segundo ele, os jogadores foram responsáveis por fazer Renato Portaluppi mudar de ideia antes do jogo final na Argentina contra o Lanús.

Como o Grêmio havia vencido em casa na ida por 1×0, Renato estava com a estratégia de botar o time na defesa para segurar a vantagem. Mas, dias antes, os jogadores sugeriram uma postura mais ofensiva, marcando pressão. Resultado: vitória de 2×1, grande atuação e taça no armário.

“Me lembro na final na Arena que nós tomamos uma roda do Lanús. Os caras tocando bola e o Grohe fazendo milagre. Nada dava certo. No segundo tempo, achamos um gol no finalzinho”, iniciou Cortez.

“Aí treinamos e na véspera da viagem o Renato reuniu a gente: ‘Vamos esperar os caras atrás da linha da bola, temos uma pequena vantagem’. Aí todo mundo olhou pra ele e descartou: ‘Professor, vamos pegar os caras lá em cima e se a gente ficar esperando vamos tomar outra roda e perder o título’. Ele nos perguntou: ‘Tem certeza?’. Nós bancamos e ele aceitou. No primeiro tempo já estava 2×0 para nós”, finalizou.

Renato com o Grêmio em 2024

A direção gremista espera, nas próximas semanas, anunciar oficialmente a continuidade de Renato para a temporada de 2024. O principal desafio será exatamente a Libertadores, competição na qual o tricolor entrará já na fase de grupos.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)