Como fica a dívida do Grêmio com Douglas Costa após o acerto do jogador com o Fluminense

Meia-atacante de 33 anos jogará pela primeira vez no futebol do Rio de Janeiro

Publicidade

Após encaminhar a sua ida ao futebol da Turquia, o meia-atacante ex-Grêmio, Douglas Costa, mudou de ideia de última hora e acertou contrato de um ano e meio com o Fluminense, voltando ao futebol brasileiro especialmente pelo convite do técnico Fernando Diniz. A sua última vez no país foi em 2021, quando ficou marcado pelo rebaixamento gremista.

Em janeiro de 2022, Douglas Costa acertou uma rescisão milionária de contrato com o Grêmio, ficando acordado que o clube pagaria R$ 150 mil por mês até o final de 2026. A ida ao Fluminense não altera em nada a dívida que o time gaúcho tem com o meia-atacante canhoto.

A curiosidade é que, se Douglas tivesse fechado com algum clube brasileiro antes do fim de 2023, seria ativada uma cláusula que diminuiria o valor a ser pago pelo Grêmio. Como o acerto com o Flu ocorreu já em 2024, os valores permanecem inalterados.

Grêmio conversou com Douglas Costa

Após ser eleito como novo presidente gremista, Alberto Guerra, no final de 2022, teve uma conversa com Douglas Costa, mas não se avançou em uma aproximação para um retorno ao clube. O jogador esteve no último ano no Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos, rescindindo antes do final de 2023.

Leia mais notícias:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)