Com trocadilho, dirigente do Inter faz protesto bem-humorado contra o juiz

Publicidade

Em um tom semelhante às fortes críticas após a derrota de 3×1 para o Flamengo, no Maracanã, quando o Inter reclamou de um pênalti em Guerrero não assinalado, o vice de futebol Roberto Melo voltou a protestar neste sábado. Mas com trocadilho e até um certo bom humor.

Ele usou os microfones logo depois do empate em 1×1 diante do Cruzeiro, em Minas Gerais. Por mais de uma ocasião, ele usou a expressão “VARgonha” por conta do uso do árbitro de vídeo por parte do juiz Wagner Magalhães no lance que gerou o pênalti aos mineiros. Fred marcou e deu números iguais ao jogo.

“Nem ele sabe o que marcou. É unânime no Brasil todo. A palavra usada é a mesma que usei, todo mundo está usando a palavra vergonha. É uma VARgonha do jeito que está. Do jeito que as coisas estão acontecendo a gente está mudando de ideia e achando que o VAR vai acabar no futebol brasileiro. A ferramenta que deveria ajudar está sendo mal operada”, destacou, antes de continuar:

“Acho que vamos ter que fazer, pelos menos, três gols para poder vencer um jogo. De que adianta o Gaciba dar palestra e se exibir porque, desta forma, o VAR vai acabar no Brasil”, considerou.

Reveja o polêmico lance reclamado pelo Inter:

O Inter, agora, fica em 6° com 38 pontos e na quarta-feira visita o CSA.

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Inter em tempo real. (Clique Aqui)