fbpx

Cacalo relembra convites para voltar ao Grêmio e conta quando evitou agressão no Sala de Redação

Ex-presidente gremista concedeu entrevista recente ao jornalista Duda Garbi, no YouTube

Ex-presidente do Grêmio e conhecido dirigente da década de 90, Luiz Carlos Silveira Martins, o Cacalo, revelou ter recebido convites antigos para voltar à vida política do Grêmio, mas que, já naquele momento inicial do anos 2000, entendia que o seu momento já tinha passado. As declarações foram feitas em entrevista ao jornalista Duda Garbi, no YouTube.

“Tive duas ou três chances reais de voltar ao Grêmio. Mas aquela nossa época da década de 90 é a exceção. Não é normal vencer tantos títulos em sequência. Uma vez perguntei pro Fernando Carvalho, presidente campeão mundial com o Inter, por que ele resolveu voltar. E aí caiu. Ele me disse que foi tentar ajudar o presidente que era amigo dele. Mas eu sempre tive essa abertura de ter esse cuidado. Tive convite para ser vice de futebol e depois candidato a presidente nos anos 2000. Ultimamente não tenho me metido. Acho que todo mundo tem a sua hora e a minha já passou”, comentou.

Próximo ao período dos convites rejeitados para voltar ao Grêmio, Cacalo iniciou como representante gremista no Sala de Redação, da Rádio Gaúcha, onde, certa vez, impediu que Paulo Sant’Ana agredisse David Coimbra com uma bengala:

“Eu tinha uma relação muito boa com o David. Sempre conto daquele momento que o Sant’Ana e o David brigaram. O David deu um chute na cadeira que estava o Sant’Ana, que levantou com a bengala para dar nele. Eu consegui levantar e segurei o braço dele. E ele dizendo: ‘Ele me provocou!’. Acabou sendo um episódio bem curioso. Mas tivemos bons momentos e bons debates no Sala de Redação”, acrescentou Cacalo.

Clique nas manchetes abaixo para ler mais notícias sobre o Grêmio:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas