Apaixonado por clássicos, Borré assistiu último Gre-Nal e gostou do que viu no Inter

Atacante espera representar bem as cores do Inter também nesses momentos

Publicidade

Ainda sem saber se conseguiria a vinda antecipada, mas já de contrato assinado até 2028, o atacante Rafael Borré, diretamente da Alemanha, acompanhou a vitória do Inter de virada por 3×2 no Gre-Nal do Beira-Rio, há duas semanas, pelo Gauchão. Ele, na coletiva de imprensa de apresentação, disse ter gostado da atuação do time e confirmou que vinha assistindo sempre que possível.

Pois, para Borré, esta já era uma forma de ir se entrosando e conhecendo mais dos seus novos colegas, até para não chegar fora de sintonia no Beira-Rio. Em entrevista no começo do ano, o diretor esportivo Magrão revelou que o colombiano pedia os links das partidas para assistir da Alemanha.

“Os clássicos são lindos. Cada país, cada cidade, os clássicos são especiais. Vi a partida passada contra o Grêmio. A forma de viver, de jogar, é muito disputado, especial. É algo que eu sentia que necessitava para minha carreira, para voltar a viver. Viverei com muito sentimento este tipo de partida especial”, citou Borré.

O atacante, porém, não deverá participar dos próximos Gre-Nais. Se os clássicos ocorrerem nas finais do Gauchão, ele já estaria fora naturalmente por não ter sido inscrito a tempo no estadual. Depois, o primeiro Gre-Nal do Brasileirão, em junho, será disputado na Arena, durante a Copa América, quando o jogador deverá estar a serviço da Colômbia.

Borré pelo Inter falou de gol que fez no Grêmio
Borré espera ser feliz com a camisa do Inter – Foto: Ricardo Duarte/Inter

Borré tem chances de estar em campo na quarta que vem

Caso seja regularizado e apareça no BID da CBF, Borré poderá fazer a estreia pelo Inter na quarta-feira que vem, dia 13, às 20h, em Brasília, contra o Nova Iguaçu. Este confronto é jogo único pela segunda fase da Copa do Brasil e um eventual empate levará o duelo para os pênaltis.

“Existe a ansiedade e gana de estar em campo pelo Inter, de poder começar a treinar e estar com os colegas. É importante que o corpo técnico possa decidir de boa forma. Há momentos para cada situação. O mais importante hoje em dia é o coletivo para conseguirmos nosso objetivo. É ter um pouco de calma para fazer ser especial cada situação”, comentou o jogador sobre a estreia.

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas