As três mudanças importantes que o Grêmio terá no time a partir da quarta-feira

Saiba mais informações do tricolor para a partida da quarta-feira contra o The Strongest

Publicidade

A partir das 19h de quarta-feira, o Grêmio volta oficialmente aos jogos enfrentando o The Strongest, da Bolívia, no Couto Pereira, em Curitiba-PR, em mais uma rodada decisiva da fase de grupos da Libertadores. O técnico Renato Portaluppi, nesta semana, aproveitou as atividades no CT Joaquim Grava, do Corinthians, para preparar mudanças no time.

Uma delas é forçada, por conta da suspensão de Villasanti, o que abre a possibilidade de Dodi ganhar sequência como titular. Na lateral-esquerda, Reinaldo retorna após se recuperar de lesão no joelho. E, no ataque, Galdino volta a ganhar sequência com os jovens Nathan Fernandes e Gustavo Nunes como opções para durante o jogo.

Veja também:
1 De 5.992

Assim, a tendência é que o Grêmio entre em campo diante do The Strongest com a seguinte formação montada por Renato: Marchesín; João Pedro, Rodrigo Ely, Kannemann, Reinaldo; Dodi, Pepê, Cristaldo; Galdino, Diego Costa e Soteldo.

A preocupação do treinador do Grêmio

A preocupação do técnico Renato Portaluppi nesta retomada dos jogos é principalmente com o ritmo dos atletas e com o calendário apertado, como indicou em entrevista ao SporTV:

“Já aviso agora: a conta para o Grêmio, para o Inter e para o Juventude vai chegar ali na frente. Ficamos um mês sem jogar e teremos praticamente uma final de Libertadores. Depois no sábado tem partida do Brasileirão. Aí viaja no domingo para jogar no Chile na terça pela Libertadores. E no outro sábado tem o Estudiantes pela Libertadores de novo. Como faz? Cansaço, parte psicológica, sem ritmo de jogo. Nós estamos em uma mini-pré-temporada e os rivais estão jogando”, afirmou.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas