Alisson opina sobre trabalho de Ramírez e vê o seu próprio gol como exemplo para o Inter confiar em virada no Gre-Nal

No dia seguinte ao seu histórico gol de cabeça pelo Liverpool contra o West Bromwich na Inglaterra, o goleiro Alisson concedeu entrevista à ESPN Brasil avaliando o momento do seu ex-time, o Inter, ainda confiando em uma virada no Gre-Nal decisivo da final do Gauchão. Confira as suas falas principais:

Chances do Inter

Penso que o Inter tem chance na Libertadores também. No Brasil, muitos começam a temporada com chances, e é preciso manter durante toda a temporada. Espero que o Inter possa ainda virar essa final. O campeonato estadual só não é valorizado por quem perde. Para quem ganha é importante, sim

Goleiros saindo jogando

“Claro que alguns times cometem exageros (ao sair jogando), até mesmo na Europa. Eu mesmo cometi erros assim. É bom ver que se tenta jogar assim no Brasil. O Brasil tem qualidade, os times são bons. Penso que o nível do futebol brasileiro é alto. O nível do gramado algumas vezes afeta a qualidade do jogo, mas é possível”

Inter no Gre-Nal e trabalho de Ramírez

“Não está morto quem peleia. Eu fui uma prova disso indo para a área no último minuto e fazendo o gol. O Inter tem 90 minutos para buscar um gol na Arena. Os dois times fizeram um Gre-Nal corajoso, tentaram jogar. O Ramírez tem adotado essa proposta de tentar sair jogando desde o goleiro, que é algo que gera riscos, mas o futebol é assim. É bom ver isso sendo feito no Brasil”

  • Clique aqui para entrar em um grupo de WhatsApp e acompanhar as notícias do seu time.