A justificativa do árbitro em súmula para a expulsão de Lucca, que saiu chorando de campo

Jovem atacante do Inter não terminou a partida diante do Bahia e foi expulso

Publicidade

Durou pouco a participação do jovem atacante Lucca em Bahia 0x1 Inter nesta quarta-feira, em Salvador, em mais uma rodada válida pelo segundo turno do Brasileirão. Em uma disputa de bola aérea na intermediária, ele abriu o braço e acertou o rosto do zagueiro rival Vitor Hugo, que caiu sangrando no chão.

Poucos segundos depois, o árbitro Marcelo de Lima Henrique foi ao VAR revisar a jogada e tomou a decisão de dar o cartão vermelho. Posteriormente, relatou o lance da seguinte maneira na súmula oficial do confronto:

“Golpear ou tentar golpear um adversário com uso de força excessiva na disputa da bola – Após revisão, expulsei por desferir uma cotovelada atingindo o rosto do seu adversário sr. Vitor Hugo Franchescoli de Souza, com o uso de força excessiva em disputa de bola. Informo que o atleta atingindo necessitou de atendimento médico, não retornando ao campo de jogo pois foi substituído”, escreveu o juiz.

Lucca saiu chorando

Após ver que levou o vermelho, Lucca foi flagrado pelas imagens da RBSTV deixando o campo chorando. Ele recebeu apoio de alguns colegas, como o meia Alan Patrick, que disse a ele: “Acontece”. Por ter que cumprir suspensão automática, o atacante fica de fora de Inter x Santos neste domingo, às 16h, pelo Brasileirão, no Beira-Rio.

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul