A data da chegada de Diego Costa e os bastidores revelados por Renato sobre a contratação

Inicialmente, jogador de 35 anos não estava interessado em seguir no Brasil

Publicidade

Livre no mercado desde a saída do Botafogo, Diego Costa fechou oficialmente contrato de uma temporada com o Grêmio e tem chegada prevista para a manhã de segunda-feira, por volta de 9h, no Aeroporto Salgado Filho. Com a vida estabilizada em Madrid, na Espanha, ele, inicialmente, não teria o interesse em seguir no futebol brasileiro, segundo declarou o técnico Renato Portaluppi.

Após o frustrante empate deste sábado em 1×1 em casa com o São Luiz, pelo Gauchão, Renato deu mais bastidores da contratação e admitiu que Diego Costa precisou ser “convencido” a voltar ao Brasil para jogar no Grêmio:

Veja também:
1 De 5.992

“Nós sabíamos que o Diego Costa não gostaria de voltar ao Brasil. Ele tem a vida dele na Espanha. Eu conversei com ele durante 40 minutos por telefone e ele não se mostrou com vontade de atuar no Brasil nesta temporada. Mas conseguimos convencê-lo”, celebrou Renato, antes de acrescentar:

“É um cara que atuou em alto nível por 10, 15 anos lá fora. Eu considero ele um grande atacante e tenho certeza que ele vai se encaixar, vai nos ajudar. É difícil encontrar jogadores, mas ainda bem que a gente conseguiu convencê-lo a vir. Foi uma grande contratação”.

O que Diego Costa já disse?

Em um breve recado escrito para as suas redes sociais logo depois do anúncio do Grêmio, Diego Costa se disse “pronto e querendo” em relação ao desafio no time gaúcho:

“Feliz e muito motivado para vestir essa camisa tão pesada. Vamos juntos, nação tricolor! Pronto, preparado e querendo”, escreveu.

Tendo como último clube o Botafogo no Brasileirão do ano passado, Diego Costa chega apto para jogar normalmente o restante do Gauchão, já que as inscrições se encerram apenas no próximo dia 16.

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas